Android Geek
O maior site de Android em Português

LG Electronics em queda livre, receita decresce 80% no último trimestre de 2018

A Samsung gosta de estar em todas e também está com números fracos nas vendas, com um lucro até 29% menor em comparação com os valores de 2017. A desaceleração do mercado chines é um dos principais motivos destes resultados financeiros das empresas, embora os números da LG possam ser explicados por diferentes causas não relacionadas com o mercado asiático.

2019 pode ser o último ano da HTC, com base nos seus resultados financeiros, que mostram quedas em receitas de até 80%, e a LG também não estar no melhor caminho. A empresa espera até 80% menos lucro no quarto trimestre de 2018, como podemos ler em Reuters.

A Samsung gosta de estar em todas e também está com números fracos nas vendas, com um lucro até 29% menor em comparação com os valores de 2017. A desaceleração do mercado chines é um dos principais motivos destes resultados financeiros das empresas, embora os números da LG possam ser explicados por diferentes causas não relacionadas com o mercado asiático.

samsung-v-lg.jpg

Rceita para o desastre: Menos lucro, mais gastos com marketing e uma divisão móvel com quase nenhuma participação de mercado

 

Os analistas apontam que as possíveis causas da queda da LG passam por menos lucro nas vendas de televisores high-end, devido à grande concorrência que existe no mercado. Gastos em marketing, bónus maiores a executivos e uma divisão móvel que mal tem uma quota de mercado de 3% estes são os motivos apontados para esta crise que a LG está a passar. Escusado será dizer que o gigante sul-coreano também foi afetado pela desaceleração do mercado chinês, que afetou diretamente as vendas de eletrodomésticos e televisores.

A LG ajusta a sua previsão de lucro para 2018 em baixa, com quedas de até 80%. No caso da empresa sul-coreana, a China não tem sido o fator que mais impactou a queda, mas sim as baixas vendas, a grande despesa de marketing e a baixa participação da sua divisão móvel no mercado.

No último trimestre de 2018, eram esperados lucros de 387 biliões de won, e a empresa estima que o número cairá para 75,3 biliões de won. Uma notícia que contribui para a queda sofrida por duas das mais importantes empresas do setor de tecnologia e que evidencia mudanças no mercado, maior competitividade entre produtos e como uma crise num país como a China pode afetar significativamente os resultados financeiros de uma empresa.

 

Fonte

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link