Android Geek
O maior site de Android em Português

LG e o seu primeiro smartphone com Android ONE

Apesar de alguns dos principais fabricantes já terem aderido ao projecto Android One, a Sul Coreana LG encontra-se reticente sobre essa decisão.

Apesar de alguns dos principais fabricantes já terem aderido ao projecto Android One, a Sul Coreana LG encontra-se reticente sobre essa decisão.

LG e o seu primeiro smartphone com Android ONE 1

Mas parece que lá cedeu, e irá juntar-se a outras, como o caso da Motorola, e da HTC. Esta descoberta, ainda não confirmada, foi feita através de um excerto no código-fonte do LG stylus 4, que ainda não foi lançado e é exclusivo do mercado dos Estados Unidos.

Normalmente, os códigos-fonte são disponibilizados após o lançamento dos equipamentos, mas não é o que se passou neste caso. O LG Stylo 4, também conhecido como LG Q Stylus , estará disponível para compra brevemente na loja MetroPCS.

A descoberta do equipamento por parte de um developer do forum XDAdeadman96385, divulgou algumas informações interessantes sobre este dispositivo. O código-fonte revelou que o aparelho, poderá suportar um processador octa-core anónimo de 1.8GHz, que pode ser para todos os efeitos um Snapdragon 450.

O que é realmente interessante, observando a imagem, tomem atenção à pasta com o nome de "sprout", este é o nome de código, que tem vindo a ser associado ao dispositivos Android One.

LG e o seu primeiro smartphone com Android ONE 2

Segundo as fontes, o equipamento terá suporte a DAC Hi-Fi , tal como existe no LG V30, no entanto este equipamento "misterioso", não possui um sensor de impressão digital e virá com um ecrã de 5,5 polegadas e uma resolução LCD FHD + (1080 × 2160) com o actual já standard rácio de 18:9 .

Podemos contar com uma bateria de 3.000mAh, e de acordo com as descobertas, existe suporte para USB Type-C, o aparelho deverá vir com o Android 8.1 Oreo  de fábrica e também terá algum tipo de impermeabilização.

Actualmente, isto é tudo o que sabemos sobre o equipamento, mas esperamos vir a saber mais em breve, quando surgirem outras evidências.

Através de gizchina

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais