Android Geek
O maior site de Android em Português

Galaxy Fold com ecrãs partidos, a iFixit explica o porquê

A estreia do Galaxy Fold deixou alguns se perguntando o que deu errado com o Fold que foi anunciado como o primeiro telefone dobrável comercial do mundo, especialmente a considerar o preço de quase US $ 2.000.

Não se falava de outra coisa nos meios de comunicação social, sobre relatos dos ecrãs partidos do Galaxy Fold nas unidades que foram enviadas para as analises.
Muitos foram os jornalistas que através das redes socias expuseram os problemas que tiveram com os “alegadamente flexíveis” ecrãs presentes no Samsung Galaxy Fold.

Galaxy Fold com um começo atribulado

Ao ponto que levaram a coreana Samsung a adiar o lançamento do Fold a nível global.
A estreia do Galaxy Fold deixou muita gente ansiosa visto se tratar do primeiro produto disponível nesta nova categoria de equipamentos flexíveis. E que apesar da primeira impressão inicial comparativamente a outros produtos que serão apresentados como o Huawei Mate X.

Já tinham conquistado muitos fãs, mesmo tendo em conta o preço avultado do telefone dobrável a rondar a casa dos $ 2.000 dólares. Por isso terá sido uma surpresa quando estas unidades começaram com problemas com os seus ecrãs OLED.

Problema do ecrã do Samsung Galaxy Fold

iFixit esclarece o porquê dos ecrãs partidos

Mas o site iFixit já veio oferecer algumas das possíveis razões, do porquê dos ecrãs do Galaxy Fold não estarem a aguentar a pressão.

Numa recente publicação no site, Kevin Purdy e outros membros da equipa iFixit examinam os problemas conhecidos que afligiam os jornalistas que tiveram a oportunidade de testar Samsung Galaxy Fold antes do resto do mundo.

A equipa faz algumas suposições baseadas em mais de uma década de experiencia em examinar os componentes internos de ecrãs AMOLED em equipamentos semelhantes.

Em conclusão, segundo o post, Purdy sugere que o ecrã OLED esteja no centro dos problemas do Galaxy Fold, especialmente porque ele não tem uma camada protetora como o Gorilla Glass traz por cima dos ecrãs.

Os ecrãs OLED têm fama de serem muito frágeis, de tal forma que até as partículas mais pequnas de poeira podem causar problemas. Diz-se que a dobra tem muitas áreas onde a poeira pode entrar com facilidade, áreas essas muito sensíveis por sinal.

Em alguns casos, a película protetora do OLED foi retirada com a expectativa de que fosse semelhante à película convencional, que acompanha a maioria dos telefones hoje em dia.

O que levou a danos no visor OLED, bem como é de mencionar que uma pressão forte sobre um ecrã OLED relativamente desprotegido, é bastante perigosa para o seu estado de vida.

Antes do lançamento do Galaxy Fold, a Samsung lançou um teste de stress mecânico, que foi altamente divulgado, no qual vemos robôs a levarem o mecanismo de dobra ao extremo.

Mas segundo o iFixit é da opinião de que os testes eram muito mecânicos e não levaram em consideração o fator humano. A falta de uma linha de vinco dedicada no meio do ecrã dobrável impede a dobragem consistente, o que coloca ainda mais pressão no visor OLED. Isso talvez explique o porquê.

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais