Android Geek
O maior site de Android em Português

Hungria ignora pressão dos EUA e aposta no 5G da Huawei

No entanto, o 5G da Huawei continua a ser a melhor aposta para muitos países, portanto, é difícil que os aliados sigam as instruções dos EUA.

É um facto de conhecimento geral que os EUA não querem nada com a tecnologia da Huawei, especialmente quando se relaciona com o 5G. De facto, os EUA pressionam consistentemente e regularmente os seus aliados para também impedirem a Huawei de construir as suas redes 5G. No entanto, o 5G da Huawei continua a ser a melhor aposta para muitos países, portanto, é difícil que os aliados sigam as instruções dos EUA.

Segundo a informação disponível recentemente, apesar da pressão dos EUA, a Hungria permitirá que a Huawei participe da construção 5G no país.

Hungria ignora pressão dos EUA e aposta no 5G da Huawei 1
Peter Szijjarto, ministro das Negócios Externos da Hungria

Segundo Peter Szijjarto, ministro das Negócios Externos da Hungria, o país permitirá que a Huawei participe da construção de redes 5G no país. Ele fez essa declaração num evento na China na terça-feira. Neste evento foi confirmado que a Huawei construirá uma rede 5G húngara com a Vodafone e a Deutsche Telekom.

Isso significa que a Hungria não deu ouvidos às “sugestões” dos EUA, o que indica que a Hungria não encontrou nenhuma prova de que o equipamento da Huawei represente uma ameaça à segurança. Segundo os EUA, o equipamento da Huawei vem com uma "BackDoor" que permite à China monitorizar outros países. Obviamente, a Huawei negou essas alegações. E os EUA não fazem mais do que acusar sem provas.

No entanto, informações recentes afirmam que a Huawei e os EUA voltarão em breve aos negócios. De acordo com o Secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, as licenças para a venda de componentes para a Huawei Technologies Co. estarão disponíveis para empresas americanas "em breve"

Através da

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais