Huawei redefine a criatividade com o novo Huawei MatePad Pro

Representando uma inovação em design, tecnologia e produtividade, a Huawei define, mais uma vez, um novo padrão, oferecendo aos consumidores uma experiência sem igual num tablet topo de gama. Com um design minimalista, desenvolvido para impressionar, o Huawei MatePad Pro combina um ecrã com margens muito estreitas para alcançar a mais alta proporção de ecrã-corpo alguma vez vista num tablet:

A Huawei Consumer Business Group (CBG) anunciou hoje, numa conferência em Barcelona, o lançamento global do novo tablet da marca, o Huawei MatePad Pro. Representando uma inovação em design, tecnologia e produtividade, a Huawei define, mais uma vez, um novo padrão, oferecendo aos consumidores uma experiência sem igual num tablet topo de gama.

Huawei redefine a criatividade com o novo Huawei MatePad Pro 1

Com um design minimalista, desenvolvido para impressionar, o Huawei MatePad Pro combina um ecrã com margens muito estreitas para alcançar a mais alta proporção de ecrã-corpo alguma vez vista num tablet: 90%. Alimentado pelo chipset Kirin 990 de 7nm, o Huawei MatePad Pro oferece um excelente desempenho e duração da bateria. Com o EMUI 10, o Huawei MatePad Pro suporta o Multi-Windows, o Multi-screen Collaboration e a Huawei App Multiplier. Este tablet topo de gama suporta ainda o Huawei M-Pencil e o Smart Magnetic Keyboard, criando uma sinergia com o Modo PC e os novos recursos WPS para uma máxima produtividade. A experiência de entretenimento é enriquecida com um conjunto de atualizações de hardware, com recursos imersivos de áudio e exibição num formato elegante. Além disso, o Huawei MatePad Pro é também o primeiro tablet do mundo a suportar o carregamento sem fios e carregamento sem fios invertido

Relacionado:  Huawei está cada vez mais Verde. E isso tem uma explicação
Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!