Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei quebra duopólio Samsung / Apple pelo primeiro trimestre em nove anos

Segundo estimativas da Canalys, este foi o primeiro período de três meses em nove anos, dominado por um fornecedor de smartphones que não fosse a Samsung ou Apple. É isso mesmo, o mercado tem um novo campeão mundial de pesos pesados ​​e apesar de tudo não seria fácil prever este resultado há 6 ou 12 meses atrás.

Depois de analisar os dados no segundo trimestre de 2020 na Índia, os EUA, China e Europa, a Canalys chegou a uma conclusão surpreendente. Segundo estimativas da Canalys, este foi o primeiro período de três meses em nove anos, dominado por um fornecedor de smartphones que não fosse a Samsung ou Apple.

É isso mesmo, o mercado tem um novo campeão mundial de pesos pesados ​​e apesar de tudo não seria fácil prever este resultado há 6 ou 12 meses atrás.

 

Huawei é o novo campeão mundial de smartphones

Os fantásticos resultados da Huawei devem-se ao facto de que o novo comandante da indústria de tecnologia móvel ter sido duramente atacado por várias restrições comerciais dos EUA, implementadas no ano passado, que impediram a gigante da tecnologia chinesa de usar aplicações e serviços do Google nos seus telefones mais recentes.

Por incrível que pareça, isso não impediu a Huawei de vender quase 56 milhões de aparelhos em todo o mundo durante o segundo trimestre de 2020. Ainda que estes números representem uma queda de 5% em relação ao mesmo número registado entre abril e junho de 2019, a Samsung registou um declínio muito mais acentuado e fecha o período de abril a junho de 2020 com apenas 53,7 milhões de remessas globais de smartphones.

Estamos a falar de uma queda anual de 30% nas vendas Galaxy em todo o mundo, que ocorre após um declínio anual de 17% no primeiro trimestre, esfumando o que parecia ser uma vantagem bastante confortável sobre os segundos e terceiros classificados Huawei e Apple do ano passado.

Paradoxalmente, a pandemia de coronavírus ajudou a Huawei a concretizar a primeira vitória global trimestral da sua história, com o enorme mercado de smartphones da China a recuperar muito mais rapidamente do que a Índia, a Europa e os EUA após um início desastroso do ano. Mas a crescente dependência da Huawei na sua terra natal, que agora responde por 72% do total de remessas de smartphones, sugere que o domínio da empresa noopanorama mundial terá vida curta.

 

Mais cedo ou mais tarde, a economia global vai recuperarar, o que significa que tanto a Samsung quanto a Apple podem bater os números da Huawei num futuro próximo, impulsionados pelos lançamentos iminentes das promissoras linhas. Galaxy Note 20 e iPhone 12 .

Curiosamente, a mais recente informação da Canalys concentra-se inteiramente na competição entre Huawei e Samsung, não entrando em detalhes sobre os terceiros, quarto e quinto fornecedores mundiais de smartphones no segundo trimestre de 2020 ou detalhar os números gerais de remessas do mercado.

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais