Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei faz pedido de 120 milhões de Chipsets à MediaTek

A Huawei estima que venderá cerca de 180 milhões de smartphones nos próximos tempos, a participação da MediaTek neste objectivo é superior a dois terços, superando em muito a Qualcomm. Em resposta, o diretor financeiro da MediaTek e um porta-voz responderam:

De acordo com os relatos da imprensa de Taiwan, a Huawei não apenas assinou um pedido de compra com a Qualcomm, mas também realizou uma grande encomenda de SoCs com a MediaTek, diz-se que o pedido excedeu 120 milhões de Chipsets.

A Huawei estima que venderá cerca de 180 milhões de smartphones nos próximos tempos, a participação da MediaTek neste objectivo é superior a dois terços, superando em muito a Qualcomm.

Em resposta, o diretor financeiro da MediaTek e um porta-voz responderam: "De acordo com a política da empresa, não comentamos informações relacionadas a clientes". A Huawei ainda não comentou.

A IT Home descobriu que uma investigação da Digitimes Research também revelou que a Huawei está a aumentar a proporção de processadores de aplicações móveis (AP) fornecidos por terceiros para os seus smartphones para reduzir o uso de Chipsets Kirin da sua subsidiária HiSilicon Technologies.

A Digitimes Research também apontou que, desde o segundo trimestre de 2020, a Huawei aumentou o volume de compra do Dimensity 800 5G SoC de gama média da MediaTek para produzir smartphones Huawei e Honor, para a segunda metade de 2020 e 2021.

Um modelo e dois SoCs

O Huawei Mate 40 e Mate 40 Pro poderão sair em variantes diferentes no mercado doméstico e mercado global. Algo nas linhas do que a Samsung faz com os seus equipamentos Exynos e Snapdragon.

A verdade é que a Huawei vai fabricar e vender mais smartphones do que tem de chipsets e portanto é plausivel que "divida o mal pelas aldeias" e opte por lançar o mesmo modelo com Kirin 1020 e provavelmente uma variante com Mediatek ou Snapdragon em outros mercados. Isto pode acontecer já na série Mate 40 ou talvez apenas no lançamento do P50 em 2021.

O Kirin 1020 também deverá destacar-se ao trazer desempenho até 50% superior ao Kirin 990, o antecessor.

Huawei faz pedido de 120 milhões de Chipsets à MediaTek 1

Espera-se que o chipset Kirin 1020 seja construído num processo de 5 nm fabricado pela Taiwanese Semiconductor Manufacturing Company (TSMC). Diz-se que a TSMC possui uma das maiores fábricas de fundição para a produção de Chipsets de 5 nm. A empresa de fabrico iniciará a produção em massa do Chipset de 5nm no primeiro semestre de 2020. O envio deve começar no terceiro trimestre do ano, quando a empresa começar a enviar chipsets para a série iPhone 12 e Mate 40. Espera-se que ambas as séries sejam as primeiras a apresentar smartphones com Chipsets de 5 nm.

Relacionado:  Quanto custa reparar um Huawei Mate 40?

O processo de 5 nm da TSMC virá em duas versões - N5 e N5P. Comparado com o processo de 7 nm, o N5 melhora o desempenho em 15%, reduz o consumo de energia em 30% e aumenta a densidade do cristal em 80%. Por outro lado, o desempenho do N5P é 7% mais forte que o N5 e o consumo de energia cai 15%. A versão 5nm N5 será produzida em massa este ano, e o N5P será produzido em massa em 2021.

TSMC produz Kirin 1020

A fábrica responsável pela fabrico do Kirin 1020 será a Empresa de fabrico de semicondutores de Taiwan (TSMC), que tem uma das maiores linhas de produção de Chipsets em 5nm no mundo hoje. O fabrico em massa do chipset deverá ser iniciado ainda no primeiro semestre de 2020.

A TSMC deverá começar a enviar Chipsets de 5nm para as fabricantes de smartphones no terceiro trimestre (entre julho e setembro) de 2020. Isso deve-se ao lançamento do iPhone 12, que acontecerá nesse período. O Huawei Mate 40 deverá chegar ao mercado na mesma altura.

Huawei faz pedido de 120 milhões de Chipsets à MediaTek 2Fonte: Huawei

Os dados de que dispomos apontam que o desempenho do Kirin 1020 será mais de 50% superior ao Kirin 990. A arquitetura da CPU é atualizada de A76 para A78, superando o recurso Cortex-A77 no Snapdragon 865. O Kirin 1020 também integrará a banda base 5G.

Fonte

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!