Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei bate recordes nas vendas antecipadas do Mate 30 na China com desconto de lançamento de até 40%, modelos 5G chegam em novembro

A Huawei estreou as versões 4G dos seus telefones com planos de lançar variantes 5G em novembro. Com o lançamento, a Huawei vendeu o modelo base Mate 30 por CNY 3.999 ($ 561), cerca de 35% a menos do que o preço de venda de € 799 ( $ 874) anunciado no evento de lançamento em Munique. O CEO da Huawei, Richard Yu, anunciou o corte nos preços nas redes sociais chinesas.

Apesar do declínio nos números de vendas ocidentais de dispositivos Huawei, o lançamento do Mate 30 na China está a comprovar uma forte procura pela nova linha Mate. A série Mate 30 foi oficialmente colocada à venda na China ontem, 26 de setembro, onde a fabricante de smartphones fez mais de CNY 500 milhões (US $ 70 milhões) em receita com a nova linha Mateb 30 no primeiro minuto de venda na VMall.com. No primeiro minuto!

Série Mate 30 é aparentemente 30% mais barata na China

A Huawei estreou as versões 4G dos seus telefones com planos de lançar variantes 5G em novembro. Com o lançamento, a Huawei vendeu o modelo base Mate 30 por CNY 3.999 ($ 561), cerca de 35% a menos do que o preço de venda de € 799 ( $ 874) anunciado no evento de lançamento em Munique. O CEO da Huawei, Richard Yu, anunciou o corte nos preços nas redes sociais chinesas.

Huawei bate recordes nas vendas antecipadas do Mate 30 na China com desconto de lançamento de até 40%, modelos 5G chegam em novembro 1

Estes preços podem parecer surpreendentemente mais baixos que na Europa, mas se somarem a estes valores os 23% de IVA que pagamos em Portugal e a taxa de cópia privada, chegamos ao mesmo valor facilmente.

Huawei Mate 30 Pro esgota no primeiro dia

 

O Huawei Mate 30 Pro esgotou no primeiro dia de lançamento, mas o modelo base Mate 30 ainda está disponível, de acordo com o SMCP.  Aqueles que desejam comprar um Mate 30 Pro precisarão fazer uma pré-compra on-line.

A estratégia de lançamento da Huawei espelha os seus esforços para crescer no seu mercado doméstico para compensar um declínio nas vendas no mercado global devido à proibição dos EUA. A Huawei também espera poder vender mais unidades para superar a posição da Samsung em participação de mercado de smartphones, mas isso já nos parece mais díficil para breve, dado que a Samsung tem dos equipamentos mais completos dos últimos anos com os seus Galaxy S10  e Note10.

Huawei conta com a sua base de clientes sólida na China para superar as dificuldades

 

A proibição do governo de Trump obrigou a Huawei a lançar a sua série principal de telefones Android  sem  licença para usaros Google Services - dos quais a maioria dos mercados globais depende.

Atualmente, a empresa ocupa a segunda posição no mercado global de smartphones, atrás apenas da Samsung. A Huawei espera que as vendas chinesas dêem impulso suficiente antes do lançamento da linha nos mercados internacionais e do próximo lançamento do dobrável Huawei Mate X.

Fonte | Através da

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais