Honor confirma tem de volta os serviços do Google no Honor 50

Os telefones Honor, a começar pela série Honor 50, virão mais uma vez com as aplicações e serviços do Google.

O sacrifício da submarca Honor parece ter valido a pena. Os telefones Honor, a começar pela série Honor 50, virão mais uma vez com as aplicações e serviços do Google.

A Honor Germany confirmou a informação no seu Twitter. Respondendo a uma pergunta sobre o seu próximo equipamento com Snapdragon 778, a empresa deixou claro que o dispositivo traz serviços do Google. também confirmou que o telefone mantém o Magic UI com alguns novos recursos.

Loja Honor Vida Shenyang

 

O Honor 50 será o primeiro telefone da empresa a ser lançado com os serviços do Google desde que os EUA impuseram sanções à Huawei em maio de 2019.

As perdas crescentes dos seus negócios de smartphones devido à falta de aplicações do Google forçaram a Huawei a vender a Honor a um consórcio de empresas chinesas.

Como uma marca independente, a Honor tem se concentrado em restabelecer parcerias com a Qualcomm, Intel e muitas outras empresas de tecnologia. O Google era uma das peças que faltavam no arsenal da empresa e parece que isso não será um problema.

Relacionado:  Huawei adere ao Projecto OpenChain com ARM, BMW Group, Cisco, Ericsson, Facebook, Fujitsu, Google, Hitachi, Microsoft, Oppo ,Qualcomm e outras

 

Com dispositivos como o Honor 50 a Honor pode estar a pensar em fazer uma grande entrada nos mercados europeu e asiático, onde antes ocupava uma posição confortável no mercado. É muito cedo para dizer se a empresa conseguirá ficar ombro a ombro com outros fabricantes de smartphones chineses que há muito a ultrapassaram em termos de crescimento. No entanto, o regresso dos serviços do Google é definitivamente uma boa notícia para a marca e os seus seguidores.

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!