Google terá que permitir lojas de terceiros no Android

Nem é preciso lembrar sobre o que acontece com a Epic Games e aquelas regras e comissões que condicionam e limitam utilizadores e programadores.

Há uma saudável divisão sobre lojas de terceiros que querem estar presentes no Android. Nem é preciso lembrar sobre o que acontece com a Epic Games e aquelas regras e comissões que condicionam e limitam utilizadores e programadores.

A Business Insider públicou que tanto Google como Apple terão que desistir do controlo que exercem sobre o seu ecossistema de aplicações móveis, uma vez que um projeto de lei exige a permissao de lojas de terceiros nos dispositivos.

Este tema está na ordem do dia e imaginem que quando ligam o smartphone pela primeira vez, além da Google Play Store, podem encontrar outros como F-Droid, vai ser um grande passo em frente.

Google Play

Tanto o Google quanto a Apple foram acusados ​​de minar os esforços de lojas e programadores de terem as mesmas oportunidades. Na verdade, no Reino Unido o duopólio de ambos já está a ser julgado. A Apple e o Google seriam forçados a fornecer espaço adequado para lojas de terceiros alternativas e mecanismos convenientes de micropagamento nos dispositivos.

Sundar Pichai, CEO do Google

Sundar Pichai, CEO do Google

Relacionado:  Aplicação Mensagens do Google foi atualizada no Wear OS com um novo design

Outra acusação está relacionada ao uso de informações não públicas recolhidas por meio das suas lojas para criar aplicações que podem competir com os de programadores externos.

Tim Cook com um AirTag

Tim Cook com um AirTag

O Senador Richard Blumenthal, um democrata de Connecticut, disse: "Esta legislação derrubará as barreiras impostas ao mercado das aplicação para dar aos consumidores mais opções para que as pequenas empresas possam competir em pé de igualdade.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!