Android Geek
O maior site de Android em Português

Glossário Android

Como em tudo o que nos rodeia, saber do que estamos a falar é o primeiro passo para utilizar esta tecnologia da melhor forma, certamente já se depararam com termos que desconhecem quando procuram informação sobre os vossos equipamentos. Aqui está um conjunto de termos utilizados no universo Android que compilámos para que possam consultar sempre que necessário.

  • O que é Android?

É um sistema operativo baseado no núcleo Linux para dispositivos móveis.

 

  • O que é APK?

Formato de arquivo usado para distribuir e instalar aplicativos e componentes para Android. Digamos que é o .exe do Windows.

 

  • O que é AOSP (ANDROID OPEN SOURCE PROJECT)?

ROMS baseadas em puro Android.

 

  • O que é AOKP (ANDROID OPEN KANG PROJECT)?

ROM criada com base na AOSP mas com configurações muito maiores.

 

  • O que é Root?

Quando se faz o root no aparelho, o que se consegue, na verdade, é obter alguns privilégios de administrador – o chamado “Superutilizador”.

Muitas pessoas não sabem, mas o Android foi criado com base em outro famoso sistema operativo: o Linux. Dessa forma, quando você faz o root e obtem essas licenças de Superutilizador, é como se estivesse assumindo o lugar de uma pessoa que utiliza o Linux e que conta com a senha do sistema para executar os vários comandos.

É por meio do root (além de, em alguns aparelhos, ser necessário também o desbloqueio do bootloader ou a utilização de programas específicos, como o Rom Manager, por exemplo) que você é capaz de inserir algumas ROMs com versões personalizadas do Android, como as famosas MIUI e Cyanogen MOD.

Além disso, muitas ferramentas só podem ser utilizadas se você contar com privilégios de administrador, como aplicativos para realizar overclock no smartphone, softwares de backup com muitas opções diferenciadas ou programas para economia de energia, por exemplo.

 

  • O que é Rom (Read Only Memory)?

A principal razão para a maioria dos utilizadores fazerem root nos seus equipamentos é a oportunidade de puder testar e utilizar ROMs personalizadas. Estas são descarregadas de fóruns onde developers disponibilizam as suas ROMs para a comunidade Android. Com a utilização destas ROMs alteradas, o seu Android poderá ganhar um aspecto completamente diferente, poderá ter outras funções, uma diferente versão do próprio sistema operativo. Poderá também notar melhorias quanto a alguns outros aspectos como, duração da bateria, fixação de satélites GPS, melhor performance, etc.

 

  • O que é uma Rom nightly?

São rom´s em experimentais em que não está 100% operativo. No caso da rom CM10 há o problema das chamadas que do outro lado só ouvem ruído.

 

O que é uma rom stable?

Como o nome indica, é uma rom estável 100% funcional.

 

  • O que é Rom Manager?

É uma aplicação que será utilizada no processo de instalação da nova rom através do Clockworkmod recovery. A aplicação conta com duas versões, uma paga e outra gratuita; para a nossa alegria, as ferramentas da opção grátis já são capazes de realizar os procedimentos.

O que leva a:

 

  • O que é Clockworkmod aka CWM?

A aplicação Rom Manager é uma aplicação simples mas indispensável na altura de flashar o nosso smartphone com uma nova ROM. Isto porque, através dela, é possível flashar o ClockworkMod Recovery (CWM) que é provavelmente a melhor ferramenta para gestão e manutenção de sistema (backup/recuperação de todo o sistema, wipe (limpeza) da cache, instalação de ROMS e aplicações, etc). Devido às tarefas que lhe é permitido realizar, esta aplicação requer que tenha ROOT (expelicação em cima) no seu smartphone, de forma a garantir-lhe direitos de administrador.

E também leva a:

 

  • O que é Flashar?

É a mesma coisa que instalar.

 

  • O que é ODIN?

Aplicativo para PC que, após conectar-se com o seu aparelhos, permite que sejam instaladas ROMS, Kernels, Modems, etc.

 

  • O que é Wipe?

Modo de limpeza. Quando se instala uma ROM, e se diz para fazer o full wipe, quer dizer o reset total, deixando o telemóvel de volta às configurações originais de fábrica. Também é possível fazer apenas o wipe de cache e de dalvik, que limpam algumas configurações do sistema para não gerar conflito com a nova instalação.

 

  • O que é DALVIK CACHE?

O Dalvik-cache é utilizado pelo Android para controle do sistema operativo e alguns controles de definição dos aplicativos, fazendo o wipe Dalvick e o Wipe Cache, não se perderá nada que está salvo(contatos, jogos, etc…) o que fará é estabilizar a aplicação da nova versão, em termos de compatibilidade com a anterior.

 

  • O que é Wipe Dalvik?

O Dalvik acelera a execução dos aplicativos. Esse Wipe limpa esses programas executados por ele.

 

  • O que é Wipe Cache?

Limpa os aplicativos que estão em cache, para que os aplicativos sejam executados do zero novamente.

 

  • O que é Wipe Data/Factory Rese?

“Data” são os dados dos aplicativos e sistemas, como agenda, senhas, configurações de jogos, etc. Esse Wipe limpa todos esses dados, sejam de utilizador ou do sistema, deixando o sistema como se tivesse saido da fábrica, “a zeros”.

 

  • O que é Brick? (o maior medo da malta nova)

Em palavras simples, brickar é bloquear tele ao ponto de não dar para fazer nada. Existem 2 tipos de brick e eles basicamente transformam o seu telemóvel em um pisa papéis até serem consertados. O brick é um erro que afeta a estrutura lógica do sistema do seu amado android.

Quais os tipos de Brick ?

O Soft brick e o Hard brick. O soft brick geralmente é um erro menor, onde a recuperação é mais fácil e menos penosa. Muitas vezes pode ser um bootlop (ecrã inicial eterna), ou aparecer o triangulo amarelo da morte na suo ecrã Acontece por uma atualização mal sucedida ou algumas pessoas que fazem o flash de uma ROM de forma errada, ou fazem o Flash de uma ROM específica para outro aparelho no nosso telemóvel.

O Hard brick… bem, o que dizer. O hard brick é a morte. O hard brick causa um erro na memória NAND (a mais “profunda” do seu smartphone) e as vezes pode ser um caso do bootloader estar corrompido. É MUITO difícil e caro de recuperar um telemóvel com hardbrick, por isso muito cuidado.

É vírus? Como é que me aconteceu isso!!??

Calma, o brick geralmente ocorre por conta de algum erro banal que os UTILIZADORES cometem, contudo, há casos relatados de pessoas que tiveram problemas de HARDBRICK por conta de S.O oficiais que corromperam o bootloader (No caso da samsung e o ICS há algum tempo atrás). Por isso tomem muito cuidado ao atualizar o seu telemóvel e não faça nem mais nem menos do que a fabricante pede. Caso seja um utilizador de customs também tenha MUITO cuidado ao utilizar o ODIN e afins, pois qualquer erro pode ser fatal.

 

  • O que é Unbrick?

Digamos que é ressuscitar o telemóvel, se houver opção para isso.

 

  • O que é GPU?

Processador gráfico do Android. Responsável pela velocidade do processador nos jogos.

 

  • O que é Baseband?

É o subsistema do telefone que controla as comunicações de rede. Trata-se pois do firmware do chipset responsável por controlar directamente o hardware de rede com as comunicações com as antenas de rede de telemóvel.

Nota: Retirado do “tutorial P990 – Mudar Baseband e RIL” do nosso carissimo colega Bruno Espinhal.

 

  • O que é RIL?

É o programa que faz a ponte entre a Rom e a parte de hardware responsável pelas comunicações de telemóvel. Basicamente fornece uma interface à Rom para que ela possa usar o hardware responsável pela comunicações de telemóvel.

Nota: Retirado do “tutorial P990 – Mudar Baseband e RIL” do nosso carissimo colega Bruno Espinhal.

 

  • O que é Kernel?

Para explicar o que é o kernel, fiz uma analogia com uma outra máquina: um carro.

Trata-se de duas máquinas, uma mecânica, outra eletrônica.

1) Para o carro movimentar-se ele precisa de um motor;

1) Para o microcomputador funcionar, ele precisa se um programa básico – um software chamado sistema operativo;

2) Existem vários tipos de motores, motores para carro de corrida, para carro de passeio, etc;

2) Existem vários tipos de sistemas operacionais, Linux, Windows, UNIX, etc;

3) Mesmo para um mesmo fabricante de motor, existem vários modelos para o mesmo fim, por exemplo: motor 1.0, motor 1.6;

3) Existe um Linux para cada tipo de computador, main-frame, PC, Macintosh (acho que se escreve de outro modo !)

4) Quando aprendemos a dirigir um carro de passeio, aprendemos o funcionamento básico: direção, pedais para acelerar, trocar de marcha, frear. Ou seja, não atuamos diretamente no motor, mas através de comandos para fazê-lo funcionar;4) Quando usamos Linux, temos um outro software que faz a mediação (interface) entre o kernel e o utilizador, chama-se shell. Existem vários shells (csh, ksh, bsh, bash, etc). Mas o importante é que são os mesmos, independente do kernel (motor) em uso, afinal os pedais e direção são sempre iguais seja em um motor 1.0 ou 1.6!

5) Para alguns acessórios funcionarem em um carro, devemos adequar o motor ou algum componente dele para que isto aconteça, por exemplo um ar-condicionado exigirá uma bateria com maior amperagem;

5) Para que o Linux funcione perfeitamente, em alguns casos é necessário instalarmos algum módulo específico, entenda módulo com um programa (software) preparado para uma finalidade específica e que não é comum a todos os equipamentos, por exemplo um módulo para a placa de rede de nosso microcomputador.

 

  • O que é Bootloader?

Em termos literais, o bootloader é o código que será executado antes de qualquer sistema operativo começa a correr. Os Bootloaders basicamente empacotam as instruções para inicializar o kernel do sistema operativo ea maioria deles também têm a sua própria depuração ou ambiente de modificação. Pense no bootloader como um posto de segurança para todas as partições. Porque se você é capaz de trocar o que é nessas partições, você é capaz de quebrar as coisas, se você não sabe o que está fazendo.

Bootloader Android – Cada telefone Android tem um gerenciador de inicialização que instrui o kernel do sistema operativo para iniciar normalmente. Mas você precisa entender uma coisa aqui que o Android OS é um sistema operativo de código aberto e está disponível em uma variedade de hardware diferentes, cada fabricante tem sua própria versão do bootloader específico para o hardware presente é ambiente. Em seu nível mais básico, o smartphone Android é como um disco rígido, feito de partições de até vários. Uma dessas partições contém os arquivos do sistema Android, outro contém todos os dados de aplicativos que você acumula (que é como você é geralmente capaz de atualizar sem perder todas as suas coisas), e outros para fazer mais coisas por trás das cenas.

Por que Bootloaders vêm bloqueados? Um gerenciador de inicialização é normalmente trancado em um dispositivo Android, porque apesar de ser uma fonte aberta sistema operativo, ainda os fabricantes querem que você a manter a sua versão do sistema operativo Android projetada especificamente para o dispositivo. A fim de aplicar este conceito, os fabricantes bloqueiam o bootloader. Com um bootloader bloqueado em dispositivos Android, é praticamente impossível instalar uma ROM personalizada mantendo a garantia, forçando muitas vezes a tentativa de instalação de ROM personalizada normalmente acabam como pisa papéis. Por conseguinte, o primeiro passo é sempre desbloquear o bootloader.

 

  • O que é Overclocking?

Overclocking é o nome que se dá ao processo de forçar um componente de um computador/smartphone a rodar numa frequência, definida em hertz mais alta do que a especificada pelo fabricante. Apesar de haver diferentes razões pelas quais o overclock é realizado, a mais comum é para aumentar o desempenho do hardware. O overclocking pode resultar em superaquecimento do processador, instabilidade no sistema e às vezes pode danificar o hardware, se realizado de maneira imprópria.

 

  • O que é DEODEX/ODEX?

Os aplicativos Android vêm empacotados com a extensão .apk. Dentro dos .apk existem os arquivos .odex, que são partes da aplicação que são pré-carregadas antes do boot, de forma a melhorar o tempo de boot. Porém, como esses pedaços dos aplicativos ficam “espalhados” pelo sistema (por isso o termo ROM odexada), impossibilita a alteração dos mesmos quando instalados no aparelho, e quando instalamos um tema, é justamente isso que ele faz, altera um aplicativo no aparelho. Por isso não é possível aplicar temas em ROMs Odexadas. É aí que entre o processo de deodexar uma ROM, ou seja, re-empacotar os arquivos .odex de volta para dentro dos respectivos .apk, possibilitando assim a aplicação de temas, que a principal vantagem de uma ROM Deodexada.

 

EM ACTUALIZAÇÃO

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link