Android Geek
O maior site de Android em Português

Galaxy S8 vs LG G6 Teste de velocidade – Qual o mais rápido?

Se estão no mercado para um novo equipamento e estão de olho nos novos flagships de 2017, então o Samsung Galaxy S8 e LG G6 devem estar no topo da vossa lista. A Samsung e a LG ambas começaram a vender as suas novas bombas de 2017, com a LG apresentando um pouco mais cedo que a sua rival Samsung, e consequentemente vendendo as primeiras unidades mais cedo nas lojas. Mas como se comparam estes dois flagships em termos de velocidade?

Modelos anteriores das rivais Sul Coreanas, Samsung e LG.

Os dois equipamentos têm algumas particularidades no que toca o design, mas o Galaxy S8 definitivamente aparenta ser a melhor escolha em termos de hardware. O equipamento da Samsung trás consigo a última tecnologia móvel disponível do mercado, chipsets de 10nm fabricados pela Qualcomm e a própria Samsung com os Exynos. De facto o Galaxy S8 é o primeiro a trazer o novíssimo Snapdragon 835, enquanto o LG G6 “contenta-se” com o melhor chip da Qualcomm do ano passado, o Snapdragon 821 um compromisso que a LG fez aquando a sua apresentação antes do Galaxy S8 ser apresentado.

Galaxy S8 vs LG G6 Teste de velocidade - Qual o mais rápido? 1
Image Source: Zach Epstein, BGR

Mas é o Galaxy S8 mais rápido do que o LG G6 em testes reais? Um teste de velocidade efectuado pelo canal de Youtube XeeTechCare, coloca ambos os Smartphones em testes idênticos, tentanto determinar qual deles é o mais rápido. Estamos perante tempos de boot, abertura de aplicações, e carregamentos de aplicações na memória, não são os melhores testes talvez, mas sempre conseguimos através dos mesmos verificar algumas situações interessantes.

Galaxy S8 vs LG G6 Teste de velocidade - Qual o mais rápido? 2

Parece que o Galaxy S8 é ligeiramente mais rápido na abertura de algumas certas aplicações, especialmente jogos. Também carrega mais depressa e acabar por conseguir também a melhor abertura de páginas web. As diferenças no entanto não são assim tão grandes como se possa pensar, mas relembramos que isto pode ter também a ver com a maneira como os testes foram efectuados.

Verifiquem o vídeo abaixo e vejam vocês mesmos, e digam-nos o que acham.

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link