Android Geek
O maior site de Android em Português

Os EUA não têm como nos esmagar, diz o fundador da Huawei

Mas o fundador da Huawei, Ren Zhengfei, acredita que os EUA não conseguirão interromper a marcha da empresa. O fundador da Huawei, Ren Zhengfei, declarou que “de jeito nenhum” os EUA podem esmagá-lo.

A Huawei tem estado debaixo de fogo nos EUA, desde a prisão da sua CFO até uma decisão aparentemente iminente de proibir equipamentos de telecomunicações chineses. Mas o fundador da Huawei, Ren Zhengfei, acredita que os EUA não conseguirão interromper a marcha vitoriosa da empresa.

Os EUA não têm como nos esmagar, diz o fundador da Huawei 1

  • O fundador da Huawei, Ren Zhengfei, declarou que “de jeito nenhum” os EUA podem impedir a Huawei de ser bem sucedida
  • Ren disse à BBC que a Huawei poderia reduzir as operações “um pouco” se mais países proibissem a empresa.
  • O executivo também alegou que a prisão da sua filha e CFO Meng Wanzhou foi por motivos politicos.

“Não há como os EUA nos esmagarem”, disse Ren à BBC numa entrevista. “O mundo não pode ignorar a Huawei porque estamos mais avançados. Mesmo que convencam mais países a não usarem os nossos equipamentos temporariamente, podemos sempre abrandar um pouco as coisas.

Os comentários do fundador vêm após os EUA estarem supostamente a pressionar os seus aliados para recusar equipamentos de rede Huawei.

“Se as luzes se apagarem no Ocidente, o Oriente continuará a brilhar. E se o norte ficar escuro, ainda há o sul. A América não representa o mundo. A América representa apenas uma parte do mundo ”, acrescentou Ren.

Sobre a prisão e espionagem da CFO

O fundador da Huawei disse que continuaria a investir no Reino Unido no caso de uma proibição. A empresa está a aguardar uma decisão do governo, prevista para os próximos meses, que decidirá se as redes do Reino Unido podem ou não usar equipamentos da Huawei. Mas o Centro Nacional de Segurança Cibernética do Reino Unido não encontrou qualquer vulnerabilidade nos equipamentos da marca chinesa.

O fundador da Huawei também criticou a prisão da sua filha e do CFO da Huawei, Meng Wanzhou, dizendo à BBC  que foi um ato político. Meng foi detida sob alegações que a Huawei violou as sanções dos EUA contra o Irão, bem como acusações relacionadas ao roubo de segredos comerciais.

Ren também criticou as alegações de espionagem, dizendo que o governo chinês já havia dito que não instalaria backdoors.

“Não vamos arriscar o desgosto do nosso país e dos nossos clientes em todo o mundo por causa de algo assim”, disse o fundador, acrescentando que ele fecharia a empresa se estivesse envolvida em espionagem.

O chefe da Huawei confirmou que havia um comitê do Partido Comunista na empresa, mas que era exigido por lei para todas as empresas que operam na China. Empresas como a JD.com, Tencent, Baidu e Alibaba também têm comitês do governo.

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link