Android Geek
O maior site de Android em Português

Entrevista a Walter Ji: Huawei não desiste do Android, e planeia o futuro

Vamos ver HarmonyOS ou outra solução na série Mate 30? O presidente da Huawei esclareceu-nos numa entrevista em Berlim no recinto da IFA 2019

Agora que começamos a perceber sem alarmismos o que significa na realidade a proibição comercial da Huawei, que implica não comprar mais produtos dos EUA, tivemos a oportunidade de falar em Berlim com o presidente do Grupo de Negócios de Consumo da Huawei na Europa Ocidental, Walter Ji, e falámos sobre eventos recentes, como eles afetaram o mercado e a empresa e o que pode ser esperado do segundo maior fabricante mundial de smartphones num futuro próximo.

Huawei quer manter Android e crescer no mercado de Smartphones

Embora a Huawei sempre tenha tido acesso à Google do Android e a todos os serviços associados, questões políticas que tiveram início em maio resultaram em que a empresa tenha perdido temporariamente o acesso a tudo isso, colocando em risco o futuro de todo o negócio de smartphones. Naturalmente, esses desenvolvimentos levaram a conversas sobre a Huawei potencialmente substituir o Android num futuro próximo. Parte dos fâs da marca acredita mesmo que a empresa deveria introduzir o seu próprio sistema operativo. A Huawei, no entanto, não concorda totalmente.

Entrevista a Walter Ji: Huawei não desiste do Android, e planeia o futuro 1 Quando perguntámos diretamente sobre a situação, Walter Ji afirmou que a Huawei permanece "focada e muito comprometida em permanecer no ecossistema do Android". A empresa "contribuiu muito" para o Android ao longo dos últimos dez anos e coloca “a experiência do consumidor como uma prioridade. É por isso que, apesar dos desafios que enfrentamos, estamos comprometidos com [o] mercado [e] estamos comprometidos em melhorar a nossa marca através de inovação para os consumidores. ”No ano passado, como observou Ji, a Huawei investiu US $ 15 mil milhões em pesquisa e desenvolvimento, mais do que muitos dos seus concorrentes mais próximos.

Relacionado:  Navegador da Huawei e Huawei Assistant trazem mais de 100 Podcasts por dia!

Quando se fala em investimento, vale a pena destacar a dedicação da Huawei em expandir a sua presença física. O exemplo mais recente disso é uma nova loja flagship, localizada em Madrid, Espanha e que se posiciona como a maior loja da marca na Europa. A loja foi inaugurada a 4 de julho, num evento onde estivemos presentes.

Quando questionado sobre a perspectiva de superar a rival Samsung, Walter Ji afirmou que a Huawei não está à procura de ultrapassar a empresa em termos de números, mas, em vez disso, espera "investir [em] inovação significativa" que permita estar de forma sustentada à frente da concorrência .

Exemplos recentes disso são "a melhor experiência de câmara [e] a melhor experiência de bateria", duas coisas que foram o foco no ano passado. Walter Ji diz que os consumidores "apreciam muito estas características e é por isso que a participação no mercado cresceu muito".

Aposta clara e inequívoca na Europa

Quando questionado sobre se a eventual ausência de serviços e aplicações Google da nova série Mate 30 significaria uma presença mais fraca na Europa, Walter Ji responde que vão apresentar o seu novo FlagShip no coração da Europa e que isso deve bastar como prova do empenho da Huawei no mercado Europeu.

Vamos ver HarmonyOS ou outra solução na série Mate 30?

Tentámos obter uma declaração concreta sobre o que esperar em termos de solução de software na série Mate 30 e a resposta do Presidente da Huawei foi algo esquiva mas concreta. "Dia 19 em Munique vão descobrir".

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!