Android Geek
O maior site de Android em Português

Nós andamos a ver navios mas a Coreia do Sul já tem mais de 260.000 assinantes 5G

Das três operadoras principais, a Korea Telecom (KT) ocupa o primeiro lugar com 100.000 assinantes, A SK Telecom e a LG Uplus não revelaram sua contagem exata de assinantes 5G, mas a matemática não engana e têm juntas 160.000 assinantes.

A Coreia do Sul foi o primeiro país a introduzir o 5G comercialmente disponível no início de abril e, de acordo com o Ministério da Ciência e TIC, as três maiores operadoras de telecomunicações do país contam agora com um total de 260.000 assinantes do 5G.

Das três operadoras principais, a Korea Telecom (KT) ocupa o primeiro lugar com 100.000 assinantes, A SK Telecom e a LG Uplus não revelaram sua contagem exata de assinantes 5G, mas a matemática não engana e têm juntas 160.000 assinantes.

O rápido avanço em direção ao 5G causou alguns problemas para os primeiros utilizadores, que relataram problemas de conectividade com o primeiro dispositivo com capacidade 5G - o Samsung Galaxy S10 5G. De acordo com o ministério das TIC, o país agora possui mais de 54.000 estações base 5G que devem ajudar a melhorar a cobertura da rede.

A cobertura 5G na Coreia do Sul é limitada a áreas na capital de Seul. À medida que outros países se preparam para aderir ao novo padrão de rede, podemos esperar que os problemas mais amplos de disponibilidade e conectividade sejam resolvidos.

O que é o 5G?

No início deste ano, as notícias sobre a chegada da rede 5G tornaram-se mais intensas. Na verdade, muitos utilizadores em esperam ter essa rede disponível para que possam fazerddownload de um filme em alta definição em três segundos. No entanto, isso seria realmente possível com uma rede 5G?

Sem dúvida, uma das principais melhorias do 4G para o 5G é a velocidade da rede, mas a velocidade teoricamente mencionada é utilizável numa situação da vida real?

Primeiro de tudo, quando se trata de uso comercial 5G, o uso real pode não atingir a velocidade actualmente reivindicada. A taxa actual de 5G é de 10,1 Gbps, o que se traduz numa velocidade de download de 1,25 G por segundo. A partir dos dados da Huawei ao usar o Barong 5000, a taxa de downlink medida é de 3,2 Gbps, que é de cerca de 400 M / S. A média de filme em 1080p é de cerca de 1-2G após a compressão. Então se fizermos download de um filme de 1,5 horas num smartphone num estado de rede ideal, ele pode ser teoricamente sacado em 2-3 segundos.

No entanto, a situação real pode ser decepcionante, porque os 1.25G existe m apenas em laboratórios profissionais ou projetos experimentais de especificações padrão 5G por segundo. A velocidade que os utilizadores comuns podem experimentar é determinada pela construção da estação base local 5G e pelo suporte de hardware do terminal (smartphone) para 5G.

Além disso, diferentes smartphones 5G têm diferentes bandas de base de rede, e a velocidade real da rede também será diferente, de modo que a experiência real das redes 5G vai variar de um telefone para outro.

Assim, será difícil usar a velocidade de rede 5G teoricamente declarada.

5G vai exigir mais do que os smartphones conseguem dar

Em segundo lugar, os “downloads” a que estamos habituados são uma forma de escrita. As velocidades de download 3G e 4G são de até 10m / s, portanto, a gravação dos dados no smartphone é possível. No entanto, em velocidades de 5G, o download de 1,25G / s está muito além do limite da velocidade de gravação em disco nos smartphones actuais.

Em relação ao disco rígido móvel (memória flash), os smartphones actuais têm três tipos: eMMC, UFS e NVMe. Os padrões de interface de barramento do eMMC estão disponíveis nas versões 4.4, 4.5, 5.0 e 5.1. A largura de banda teórica é de 104MB / s, 200MB / s, 400MB / se 600MB / s, respectivamente. A velocidade nas aplicações reais é um pouco menor. Atualmente, o UFS 2.0 tem uma largura de banda teórica de 740 MB / e é amplamente usado nos principais modelos topo de gama do Android. Quanto ao NVMe, foi basicamente introduzido pela Apple após o iPhone 6s. O iPhone 7 Plus tem uma velocidade de gravação de 357MB / s.

Assim, podemos ver que as velocidades de gravação actual dos discos rígidos em smartphone também estão abaixo de 500 m / s. Resumindo, as memórias flash dos smar actuais não permitem gravar dados tão rápido quanto a velocidade máxima do 5G.

Portanto, para usar a velocidade de rede real 5G, também precisamos dos esforços para desenvolver memória flash com velocidade de gravação mais rápida, o mais rapidamente possível, para que os consumidores possam experimentar o 5G em todo o seu esplendor.

 

Fonte

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais