Android Geek
O maior site de Android em Português

ASUS não pode mais vender telefones sob a marca ZenFone em mercados específicos

Isto é graças a um processo interposto pela Telecare Network, que detém as marcas “ZEN” e “ZENMOBILE” no país. A Telecare Network alegou que tem “ZEN” e “ZENMOBILE” na sua marca de produtos desde 2008, e que o nome “ZenFone” da ASUS, introduzido no mercado indiano em 2014, é idêntico ou ilusoriamente semelhante a essas marcas registadas.

A linha ASUS ZenFone é a linha de smartphones mais popular da conhecida marca. Infelizmente, parece que os telefones ZenFone podem em breve ter que ser completamente renomeados na Índia.

Asus Chairman Jonney Shih speaks at a launch event for Asus ZenFone 5 smartphone in Taipei, Taiwan, 12 April 2018.
Fancy a phone with a notch but don't want to break your wallet? Asus could have just the thing for you with its 2018 ZenFone 5. Announced back at Mobile World Congress earlier in March, the midrange notch-design Android phone is now available in Taiwan and Singapore, the latter being an exclusive with Alibaba-backed regional e-commerce site Lazada.

Isto é graças a um processo interposto pela Telecare Network, que detém as marcas "ZEN" e "ZENMOBILE" no país. A Telecare Network alegou que tem "ZEN" e "ZENMOBILE" na sua marca de produtos desde 2008, e que o nome "ZenFone" da ASUS, introduzido no mercado indiano em 2014, é idêntico ou ilusoriamente semelhante a essas marcas registadas. Isto foi agravado pelo facto de que ambas as marcas vendem dispositivos similares com preços semelhantes. A ASUS argumentou que a sua marca ZenFone foi inspirada na crença do fundador Jonney Shih na filosofia Zen e que o nome ZenFone é conhecido por ser comercializado pela ASUS, mas no final do caso, o tribunal de Delhi decidiu em favor da Telecare Network.

Adeus Zenfone

A partir de 23 de julho (oito semanas após a decisão de 28 de maio), a ASUS estará proibida de vender, oferecer e anunciar smartphones / acessórios sob a marca Zen ou ZenFone. A ASUS ainda tem uma possibilidade na próxima audiência a 10 de julho, mas se o tribunal não for convencido, será forçada a cessar as vendas de produtos da marca Zen, na Índia.

Fonte