Android Geek
O maior site de Android em Português

Apple regista perda de até 9.000 milhões de dólares

Esse novo ajuste muda de uma previsão de entre 89.000 e 93.

Após uma suspensão misteriosa e sem precedentes no mercado de acções da Apple, a empresa emitiu uma declaração assinada por Tim Cook e dirigida aos seus investidores, onde a situação financeira da empresa é atualizada, relatando uma nova previsão sobre os lucros esperados a partir do último trimestre de 2018. Aqui, o CEO da Apple adverte que a receita da empresa estará abaixo do que eles pensaram inicialmente.

Apple regista perda de até 9.000 milhões de dólares 1

Esse novo ajuste muda de uma previsão de entre 89.000 e 93.000 milhões de dólares para aproximadamente 84.000 milhões de dólares, o que seria resultado das vendas do iPhone que foram abaixo do que tinham originalmente estimado, que apontam para até 9.000 milhões de dólares a menos que o esperado.

“Vendas fracas na China e nos mercados em desenvolvimento”

Após esse ajuste nas receitas da companhia no último trimestre de 2018, encerrado a 29 de dezembro, Tim Cook dedicou-se a tentar explicar isso e o principal motivo foi “menos upgrades de iPhone do que esperávamos”. Ou seja, baixas vendas de novos modelos do iPhone.

Essa queda na previsão teria sido impulsionada por uma baixa procura do dispositivo, especialmente na China, um dos seus mercados mais importantes, além de baixas vendas em alguns países em desenvolvimento, onde inicialmente previam que seriam mais fortes.

As pessoas não estão a comprar tantos iPhones quanto a Apple esperava.

Como possíveis causas de tudo isso, Cook menciona a força do dólar; a nova janela de lançamento do iPhone XS e XS Max, que era anterior ao iPhone X e que dividia as vendas em dois trimestres; menor oferta de componentes e maiores problemas logísticos devido a uma maior quantidade de produtos que são lançados ao mesmo tempo; assim como a fraqueza Económica de alguns mercados.

Além disso, a Apple também espera uma queda nas receitas em relação ao ano anterior, o que significa que neste momento as acções da empresa estão a cair 7%. 

Em 29 de janeiro, a Apple divulgará os detalhes dos seus resultados financeiros para o último trimestre de 2018, bem como para todo o ano. Esta conferência será muito interessante, já que não só saberemos como a queda nas vendas do iPhone afetou a empresa , mas também serão os primeiros resultados em que a Apple não dará números concretos de vendas de dispositivos.

 

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link