Apple regista patente para um novo recurso do Apple Pencil

Intitulado “Caneta multiuso com módulos substituíveis, “a patente refere-se ás pontas usadas no Apple Pencil.

A Apple registou uma patente que pode mudar a forma como o Apple Pencil é usado. Intitulado "Caneta multiuso com módulos substituíveis, "a patente refere-se ás pontas usadas no Apple Pencil. Há vários motivos pelos quais um utilizador do Apple Pencil pode querer trocar a ponta da (com todo o devido respeito pelo falecido Steve Jobs) stylus. Um, a ponta actual do lápis digital pode estar desgastada e é necessário substituí-la, mas outro motivo para trocar as pontas do lápis da Apple seria mudar a funcionalidade do acessório.

Apple regista patente para um novo recurso do Apple Pencil 1

Apple regista patente importante para o instrumento de escrita digital Apple Pencil

Ou, como a Apple explica na patente, "A caneta pode fornecer a possibilidade de usar vários componentes removíveis, como módulos funcionais removíveis que cobrem um conector para carregar e comunicar com a caneta. Cada um dos vários componentes removíveis fornece recursos distintos, permite que o utilizador aceda à vários recursos, usando cada um dos vários módulos funcionais. "

Algumas das mudanças que a Apple refere na patente incluem "uma cor, uma forma, uma espessura, um tamanho, um brilho ou uma opacidade." A ponta (chamada de "conector final" na patente) seria removível do corpo principal e teria vários sensores. Um sensor tátil detecta quando a ponta toca uma superfície. Outros sensores listados na patente incluem um "sensor de contato, um sensor capacitivo, um sensor de toque, uma câmara, um sensor piezoelétrico, um sensor de pressão ou um fotodiodo."
Outros recursos possíveis encontrados no acessório podem ser um detector de orientação, um giroscópio, um acelerómetro, um leitor biométrico, um ecrã, um interruptor, um botão, uma coluna, uma bússola, um microfone, uma câmara ou uma bobina de voz.
Atualmente, a Apple oferece duas gerações diferentes de Apple Pencil que são compatíveis com alguns modelos de iPad. Oferecer pontas intercambiáveis ​​pode não ser apenas um gerador de receita para a Apple, mas obviamente pode ser uma maneira fácil para os utilizadores expandirem as funcionalidades do acessório. A questão é se a Apple adicionará suporte para Apple Pencil ao iPhone. Algo como a Samsung fez com a sua S Pen multifuncional que agora funciona com o ecrã de 6,8 polegadas no Galaxy S21 Ultra 5G.

Embora haja rumores há anos sobre o Apple Pencil chegar ao iPhone, isso ainda não aconteceu. A Apple está a tentar honrar a memória do seu falecido co-fundador e CEO Steve Jobs? O executivo é famoso por descartar o uso de uma caneta quando lançou o iPhone em janeiro de 2007. Naquela época, muitos smartphones vinham com uma caneta para ajudar o utilizador a navegar pela IU. É necessário salientar que essas canetas não eram tão multifuncionais quanto as canetas digitais de hoje. A maioria era feita apenas de plástico com uma ponta afiada.

Existem alguns fabricantes que fabricam telefones com uma caneta. Um modelo popular de gama média é o LG Stylo que no início deste ano deverá ser lançado numa versão 5G M, que será a sétima geração do modelo. No ano passado, a Motorola lançou a média gama Moto G Stylus.

Só porque a Apple registou uma patente para essa tecnologia, não significa que será usada. Ainda assim, parece que oferecer pontas intercambiáveis ​​para o Apple Pencil pode ser uma vantagem para os utilizadores e para a Apple. O número da patente é 10.921.907 e a tecnologia foi originalmente registada pela Apple em abril de 2017.

Relacionado:  Novo Motorola Defy é um smartphone ultra-resistente

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!