Android Geek
O maior site de Android em Português

Apple pode mudar os seus ecrãs para poupar bateria

É claro que, uma das maiores reclamações entre os utilizadores e não utilizadores do iPhone da Apple é a duração média da bateria. Aparentemente, a empresa está finalmente a reconhecer o seu problema e estuda algumas maneiras de melhorar a autonomia dos seus smartphones.

É claro que, uma das maiores reclamações entre os utilizadores e não utilizadores do iPhone da Apple é a duração média da bateria. Aparentemente, a empresa está finalmente a reconhecer o seu problema e estuda algumas maneiras de melhorar a autonomia dos seus smartphones.

De acordo com uma pesquisa feita pela empresa IHS Markit, a  Apple parece estar a considerar uma mudança nos seus ecrãs. A empresa poderia mudar para um backplane de óxido policristalino (LTPO) de baixa temperatura, a partir do actual transistor de filme fino de polissilício de baixa temperatura (LTPS TFT), usado actualmente na maioria dos painéis OLED.

Apple pode mudar os seus ecrãs para poupar bateria 1

A Apple registou três patentes relacionadas à LTPO em 2014, 2015 e agora em 2018. De acordo com David Hsieh, o analista por trás deste relatório, esta decisão tomada pela Apple parece um tanto intrigante. Em vez de trabalhar com fornecedores, a empresa está a seguir um caminho específico para desenvolver um backplane melhor para seus displays. O analista listou algumas razões para explicar por que a empresa dos EUA está a fazer isso:

  • Estar mais envolvido no custo e tecnologia flexíveis dos componentes OLED.
  • Para reduzir o consumo de energia dos produtos da Apple.
  • Para alcançar alta mobilidade electrónica para maior resolução dos seus ecrãs.
  • Para uma melhor gestão da sua supply chain de ecrãs e a dos seus fornecedores de ecrãs.

Com o uso de LTPO, os iPhones da Apple podem ver um aumento de bateria que vai de 5% a 15%. No entanto, não será tão fácil quanto parece. No momento em que o processo de desenvolvimento de displays LTPO requer transistores de filmes maiores e finos, o que significa menos transistor no substrato de exibição. Isso resultaria num ecrã com uma resolução menor. Além disso, as dificuldades crescentes nesse desenvolvimento exigem equipamentos mais caros, e todo o processo de desenvolvimento é complexo.

Enquanto a estreia desta nova LTPO poderá levar algum tempo para chegar aos iPhones, ela pode estrear em breve no Apple Watch.

Via

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link