Android Geek
O maior site de Android em Português

Analista diz que a unidade de wearables é o motor de crescimento da Apple

A divisão inclui dispositivos muito populares como o Apple Watch e os AirPods, ambos os produtos são líderes nas suas respectivas categorias, e a receita trimestral para o grupo subiu de US $ 3,73 mil milhões para US $ 5,53 mil milhões numa base anual.

Durante o terceiro trimestre fiscal da Apple, que cobriu os meses de abril a junho, a unidade de wearables da empresa foi a estrela da companhia.

Durante o período, as vendas do iPhone caíram 12% na comparação ano a ano, mas a receita de wearables subiu 48,3%. A divisão inclui dispositivos muito populares como o Apple Watch e os AirPods, ambos os produtos são líderes nas suas respectivas categorias, e a receita trimestral para o grupo subiu de US $ 3,73 mil milhões para US $ 5,53 mil milhões numa base anual.

Analista diz que a unidade de wearables é o motor de crescimento da Apple 1

Hoje, um analista da UBS Tim Arcuri disse que a unidade está "a mexer" com o crescimento geral da Apple, e está subestimada por investidores e outros analistas. Ele salienta que, pela primeira vez na história da empresa, no terceiro trimestre fiscal, o crescimento anual em wearables foi superior ao crescimento ano a ano no segmento de serviços. A última unidade inclui Apple Music, Apple Pay, iCloud, App Store, Apple News +, Apple TV +, AppleCare e muito mais.

Esta divisão é a segunda maior da Apple e é a mais rentável; enquanto os serviços geraram uma receita recorde de US $ 11,05 mil milhões no período, isso representou apenas um ganho de 12,7% em relação aos US $ 10,2 mil milhões que o segmento registou no mesmo trimestre do ano passado.

AirPods de terceira geração podem chegar neste outono com proteção contra a água e cancelamento de ruído

Arcuri diz que os AirPods estão a registar uma "procura fenomenal", e apenas 7% dos utilizadores do iPhone possuem um par. Isso deixa bastante espaço para que as vendas do acessório continuem a aumentar.

No começo deste ano, A Apple lançou uma versão de segunda geração dos fones de ouvido sem fio Bluetooth trocando o Chipset W1 pelo novo componente H1. O novo Chipset prolonga a vida útil da bateria no dispositivo, e melhora a latência. Isso significa que "alternar entre dispositivos enquanto ouvem música no iPhone, Apple Watch ou iPad é mais fácil do que nunca com tempos de conexão duas vezes mais rápidos".

toalha-ao-chao-apple-cancela-definitivamente-os-airpower-apos-dezoito-meses-de-falhancos-androidgeek-2019-03-31_10-53-43_674117.jpg
Depois de muito esforço, concluímos que o AirPower não atingirá os nossos altos padrões e cancelamos o projeto. Pedimos desculpas aos clientes que aguardavam esse lançamento.

Os novos AirPods também têm a Siri sempre ligada e podem ser adquiridos com uma caixa com carregamento sem fio.

Se os novos iPhones tiverem o carregamento sem fio reverso como muitos esperam, o novo recurso poderá ser usado para carregar os AirPods sem fio.

A demanda por AirPods é fenomenal, diz o analista da UBS, Arcuri - Analyst diz que a unidade de wearables é o motor de crescimento da Apple no momento Os AirPods de terceira geração, possivelmente lançados no próximo outono, devem ter muitas das características que faltavam no modelo lançado em março passado. Estes AirPods devem ser resistentes à água, feitos de um material que os torne "mais aderentes" e menos propensos a cair dos ouvidos dos utilizadores, e incluem cancelamento de ruído. Há também a possibilidade de que cores diferentes sejam disponibilizadas.

Relativamente ao Apple Watch, o analista da TF International Ming-Chi Kuo disse  que o relógio da série 5 da empresa será revelado ao lado dos iPhones 2019; que deveria acontecer a 10 de setembro.

A próxima versão do smartwatch da Apple será lançada neste outono, diz Kuo, e será muito parecida com o actual modelo da Série 4. Com as vendas do iPhone em dificuldades, a Apple tem contado com a unidade de serviços para o seu crescimento.

A empresa tem como alvo US $ 50 mil milhões em receita para 2020, o dobro dos US $ 25 mil milhões que o segmento faturou em 2016. Mas tanto o smartwatch quanto os acessórios usados ​​no ouvido têm mostrado um crescimento muito forte.

Durante o segundo trimestre do calendário, a Apple vendeu 5,7 milhões de smartwatches em comparação com os 3,8 milhões durante o mesmo período do ano passado. Essa é uma taxa de crescimento de 50%. A indústria inteira registou 43,6% mais unidades durante o segundo trimestre de 2019 do que no mesmo período de três meses exatamente um ano antes.

Ainda que, no ano passado, a Gartner estimou que o número de aparelhos usados ​​nos ouvidos enviados pelos fabricantes em todo o mundo aumentará de 46,12 milhões de unidades estimadas este ano para 158,43 milhões em 2022.

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais