Android Geek
O maior site de Android em Português

11 Dicas para melhorar a Autonomia do teu ANDROID

Aqui ficam 16 dicas e um passo a passo de vídeo para ajudá-lo a tirar o máximo proveito da bateria do seu smartphone. Primeiro, o fundo:

Não é nenhum segredo que os smartphones são devoradores de bateria , em alguns equipamentos o tempo de autonomia com o ecrã ligado é quase embaraçoso. Os grandes ecrãs são uma fonte de consumo enorme da nossa bateria, sabiam que há muitas coisas que se podem fazer nos bastidores para tirar o máximo proveito do seu Android? Aqui ficam 11 dicas para ajudar a tirar o máximo proveito da bateria do seu smartphone.

Primeiro, o wallpaper:

A maioria dos smartphones têm uma bateria de lítio ou uma bateria de polímero de lítio. Ambos são de íon de lítio, porém, e como tal, não tem memóri. Isto significa que não temos que carregar totalmente ou descarregá-los antes de os usar, e fazer cargas parciais é algo que podem fazer durante toda a vida do smartphone. Na verdade, este tipo de baterias sofre de baixa tensão, por isso é realmente muito melhor carregá-los, mesmo que apenas um pouco, sempre que tiverem a oportunidade, em vez de carregar completamente e deixar descarregar totalmente.
Se o vosso telefone tem um ecrã AMOLED (como a maioria dos Samsungs), usem um fundo de cor escura, porque os ecrãs AMOLED apenas iluminam os pixeis coloridos. Os pixeis pretos estão apagados, quanto menos pixeis coloridos, menos bateria  é precisa para iluminá-los.

Segundo, usar temas escuros:

Cores escuras no fundo das  apps / temas , irá prolongar ainda mais a vida da bateria (se o dispositivo tiver um Ecrã AMOLED).

11 Dicas para melhorar a Autonomia do teu ANDROID 1

 

Terceiro, Não usem auto-brilho.

 

Pode parecer bom, mas o auto-brilho normalmente é mais brilhante do que  realmente precisamos. É muito melhor definir manualmente um nível de brilho baixo, que é confortável, e depois é só alterar quando necessário. Esta é uma das principais formas de melhorar a vida da bateria pois o ecrã é das maiores fontes de consumo de energia.

Wallpapers brilhantes e coloridos podem parecer encantadores em ecrãs AMOLED, mas eles sugam energia.

Quarto, Desliguem a vibração

 

A menos que realmente precisem. Eu sei que parece que já estamos a entrar no rídículo, mas se o vosso telefone passa muito tempo em cima da mesa do escritoório por exemplo, a vibração poder ser algo que está apenas a gastar energia desnecessariamente. Esta funcionalidade gasta consideravelmente mais energia do que o toque simples, . Desligar o feedback tátil também. esta é outra fonte de consumo energético significativa.

Quinto, utilizar apenas baterias originais

Economizar alguns euros numa bateria que pode danificar o vosso amado smartphone é uma má escolha, de facto, e também pode proporcionar um desempenho abaixo do padrão de bateria. Os smartphones estão cada vez mais a tornar-se produtos descartáveis. Se a vossa bateria estiver a dar as últimas, provavelmente estão é a precisar de um smartphone novo. Mas se não quiserem gastar tanto, recorram sempre que possível aos fabricantes do equipamento, ainda que a despesa fique mais elevada.

Sexto, Definir o tempo limite do ecrã para um curto espaço de tempo que seja  prático

 

Estudos constatam que o utilizador médio de smartphones acede ao seu smartphone cerca de 150 vezes por dia ,  qualquer coisa que se faça para limitar o tempo em que o ecrã está ligado, vai sem dúvida ter um impacto positivo na autonomia do equipamento.

 

Sétimo, Desligue recursos inteligentes inúteis

Lembram-se quando a Samsung tinha os AIRGESTURE, a SMART SCROLL? A menos que vos faça mesmo falta, desliguem estes recursos, eles vão apenas a usar a energia da bateria para um recurso que o utilizador não necessita. Outra sugestão polémica é desligar a auto-rotação, mas vai ajudar na autonomia.

Oitavo, Desligue o GPS, Bluetooth, NFC, Wi-Fi e dados móveis sempre que não precisa deles.

Desligar os dados de localização, ou configurá-lo para utilizar os dados Wi-Fi ou 3G, em vez de GPS funciona perfeitamente bem. Liguem apenas o Bluetooth e NFC, quando precisarem deles, e não há necessidade de ter tanto o Wi-Fi e dados móveis ligado em todos os momentos. Se usam muito Wi-Fi , por exemplo em casa e no trabalho, então não faz sentido manter o Wi-Fi sempre ligado, pois isso consome mais energia do que faer a sua reconexão Wi-Fi.

Nono, Eliminem Widgets de que realmente não precisam

Especialmente aqueles que estão ligados à internet como widgets de tempo

Décimo,Mantenha as aplicações actualizadas

Há uma razão para os developers atualizarem regularmente as suas apps, e muitas dessas razões são optmizações de memória e bateria . Manter as aplicações actualizadas também significa que usam as melhores optimizações disponíveis . Da mesma forma, excluir aplicações antigas que  não usam , pois podem estar a executar processos em segundo plano que ocupam a memória RAM e bateria.

Décimo primeiro, modo de economia de energia

Se o vosso telefone tem um modo de economia de energia ou outra opção de gestão de bateria  , façam uso dela sempre que necessitarem.

 

E uma dica extra para os nossos leitores: mudar suas configurações do Google Play Store para atualização manual das apps. Se o utilizador tem o Play Store definido com auto-update,  pode ter quinze aplicações a actualizar quando menos espera, destruindo a vida útil da bateria (e plano de dados) sem o utilizador perceber. Se essas dicas de economia de bateria , vão ver uma melhoria significativa na vida útil do vosso smartphone.

Escapou-nos alguma coisa? Que mais dicas sugerem para melhorar a autonomia dos nossos smartphones?

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais