Android Geek
O maior site de Android em Português

UE quer o regresso de baterias substituíveis em smartphones

Tudo o que precisávamos fazer era remover a tampa traseira do smartphone, remover a bateria e substituí-la por uma unidade secundária. Em apenas alguns segundos, temos uma bateria totalmente recarregada pronta para uso.

Lembram-se de há alguns anos, quando trocar baterias em smartphones era algo muito simples? Tudo o que precisávamos fazer era remover a tampa traseira do smartphone, remover a bateria e substituí-la por uma unidade secundária. Em apenas alguns segundos, temos uma bateria totalmente recarregada pronta para uso. Atualmente, é uma situação extremamente rara.

Obviamente, a evolução para baterias não substituíveis trouxe alguns benefícios, como baterias maiores. Além disso, é realmente fácil e rápido recarregar uma bateria com as tecnologias actuais de carregamento rápido. Já há ,no entanto , alguns fãs nostálgicos que ainda esperam que um dia tenhamos todas as três possibilidades num smartphone.

Baterias substituíveis podem voltar

De acordo com um documento divulgado, a UE também não está feliz com o cenário actual.

Nota de imagem para bateria substituível galaxy note

O documento afirma que a UE planeia aplicar restrições a baterias não removíveis num futuro próximo, forçando os fabricantes a tornar as baterias dos seus telefones mais facilmente acessíveis e substituíveis. Um site financeiro holandês conseguiu informações do que está em cima da mesa e o objetivo da proposta é, mais uma vez, reduzir o lixo eletrónico.

Lembram-se da situação do carregador universal?  A UE votou a favor de uma porta USB universal para smartphones, para reduzir o lixo eletrónico. A UE está assim a dar mais um passo na luta contra esse problema.

A UE quer discutir o regresso de baterias substituíveis rapidamente, já no próximo mês

A teoria é que se o utilizador puder trocar a bateria sem problemas, faria isso e manteria o dispositivo por mais tempo, em vez de o descartar após dois anos de uso. A proposta também sugere que os fabricantes possam tornar as peças facilmente acessíveis para ajudar centros de serviços de terceiros. Além disso, o plano inclui reciclagem e reutilização de matérias-primas após descartar um dispositivo eletrónico.

Somente o tempo dirá se as baterias substituíveis voltarão aos smartphones.

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais