Telefones Huawei 5G voltarão em breve, talvez antes do Mate 50

Informações que nos chegam através de uma conhecida fonte de segredos revelam que a empresa pode trazer de volta uma importante série de telefones FlagShip que foi descontinuada há anos – a série D da Huawei.

No próximo ano (2022) a Huawei trará uma novidade para o seu negócio de tecnologia móvel. Informações que nos chegam através de uma conhecida fonte de segredos revelam que a empresa pode trazer de volta uma importante série de telefones FlagShip que foi descontinuada há anos - a série D da Huawei.

Este pode ser mesmo um grande ponto de viragem e uma nova posição estratégica da empresa.

Telefones Huawei 5G voltarão em breve, talvez antes do Mate 50 1

Série Huawei D:

Na CES 2012, a Huawei começou a sua jornada no mercado de smartphones mainstream e apresentou o Huawei Ascend P1. Este telefone da série P de primeira geração, seguido pelo Huawei Ascend D1, foi lançado no Mobile World Congress 2012. O Huawei Ascend D1 foi apresentado com processador K3V2 quad-core, ecrã HD de 4,5 polegadas, câmara traseira de 8 MP e frente de 1,3 MP câmara frontal e sistema operativo baseado em Android 4.0. A linha foi disponibilizada em todo o mundo.
Huawei D1

Na CES 2013, o Huawei Ascend D2 foi preparado para lançamento. Em 2014, a programação foi convertida em “Mate-series”. Sim, a linha principal actual vem da linha Ascend D. Ao longo da sua vida, a empresa lançou cinco modelos, onde se inclui: Huawei Ascend D Quad XL Huawei Ascend D1 Huawei Ascend D1 Quad Huawei Ascend D2 Huawei Ascend D3 (Mate 3)

Grande jogada da Huawei:

Este ano, a Huawei tem enfrentado muitos problemas em termos da cadeia de fornecedores de componentes. Portanto, a Huawei precisa reunir diferentes recursos e fornecedores parceiros para fabricar um smartphone.

Por exemplo, o mais recente Huawei P50 a série reuniu as condições suficientes para ser lançada entre os consumidores, ainda que não tenha chegado ainda a todos os mercados. Mesmo tendo em conta os actuais problemas da cadeia de fornecedores, a fabricante de tecnologia chinesa foi capaz de redefinir a sua estratégia.

Ainda assim, a série Huawei P50 permanece limitado ao mercado chinês e provavelmente fará uma estreia em mercados estrangeiros limitados.
Huawei P50 Coca Gold

Como sabemos, a Huawei geralmente lança o FlagShip da série P no primeiro trimestre de cada ano, mas a série Huawei P50 teve que ser lançada no final de julho, que é o terceiro trimestre deste ano. A gravidade da falta de componentes é evidente. Entre outros, a Huawei está a ter problemas principalmente com os chipsets para smartphones. Após as quatro rondas de sanção, a empresa não pode imprimir novos chipsets da TSMC ou fabricantes de fundição semelhantes. Além disso, também não pode comprá-los. A Qualcomm tem permissão para fornecer a Huawei com chipsets 4G e a Huawei aceitou essa parceria com o lançamento de um novo tablet e da série P50.

Relacionado:  Vivo V1 ISP é fotografado ao lado do Snapdragon 888

Huawei Mate:

Após o lançamento da série Huawei P50, os rumores deixavam na dúvida se o Huawei Mate 50, o próximo FlagShip da série Mate, seria sequer lançado.

Uma informação recente revela que a Huawei definitivamente revelará o próximo telefone Mate, mas na verdade, isso não acontecerá este ano. Além disso, Gu Ping, actual presidente rotativo da Huawei disse que a empresa não desistirá do seu negócio de smartphones.

huawei mate 50 render
(imagem construída digitalmente de conceito Huawei Mate 50 Pro, fonte - Hoiindi)

 

Dada esta declaração, podemos esperar que o fabricante de telefones chinês continue a sua luta para sobreviver e continuar a lançar novos smartphones e manter os ciclos de lançamento.

A Huawei está a planear aumentar o uso dos chipset Snapdragon nos seus smartphones. O regresso da série D só pode ser mesmo possível com o suporte do chipset Snapdragon. Também é provável que a Huawei consiga stock suficiente de Chipsets Snapdragon a partir de dezembro, o que aumentará ainda mais a capacidade de fabrico de smartphones da Huawei mesmo em condições tão desafiantes.

Onde  tudo começou:

A cadeia de fornecedores da Huawei foi completamente destruída pelas sanções dos EUA e o negócio de tecnologia móvel teve a pior queda em anos. Portanto, não seria uma surpresa se, este gigante chinês de tecnologia começasse a experimentar coisas novas.  Isso significa que a Huawei mudará da série Mate para a série D? Não sabemos a resposta para esta pergunta, mas a série Mate tem a própria base de utilizadores. A linha está repleta de smartphones de primeira linha que deram uma contribuição especial para o domínio mundial dos smartphones da Huawei nos últimos anos.

O lançamento acontecerá no ano que vem, ainda há muito tempo para a Huawei afinar a estratégia. Já sabem que se houver nov2, podem contar com o AndroidGeek.

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!