Android Geek
O maior site de Android em Português

Tecnologia Huawei 5G não possui falhas de segurança: CTO da Emirates Telecom

Embora a Huawei seja uma das líderes mundiais em termos de fornecimento de equipamentos 5G, ainda existem muitos governos que não confiam na Huawei.

Os EUA e alguns outros países acusam a Huawei de usar tecnologias de espionagem nos os seus produtos. E essa afirmação não se referia apenas aos smartphones, mas também aos equipamentos 5G e outros. Embora a Huawei seja uma das líderes mundiais em termos de fornecimento de equipamentos 5G, ainda existem muitos governos que não confiam na Huawei. Por isso, antes de usar esta ou aquela tecnologia, serviço ou produto oferecido por esta empresa, eles fazem uma investigação. Os Emirados Árabes Unidos não são exceção. Recentemente, a Reuters relatou que o diretor de tecnologia (CTO) da empresa de telecomunicações dos Emirados Árabes Unidos, Saleem Albalooshi, aponta que "não encontramos evidências de preocupações com a segurança da tecnologia 5G da Huawei".

"A Huawei é nossa parceira na implementação da nossa rede 5G ... Do ponto de vista da segurança ... temos nossos próprios laboratórios nos Emirados Árabes Unidos e visitamos seus laboratórios ... não vimos nenhuma evidência de que haja falhas de segurança especificamente no 5G", disse Albalooshi.

EUA nunca apresentaram quaisquer provas

No entanto, Washington tem pressionado os seus aliados para não usarem os equipamentos da empresa chinesa. Eles reiteram que esses dispositivos têm riscos de segurança. pela sua vez, a Huawei negou repetidamente as alegações dos EUA. E os EUA nunca apresentaram quaisquer provas.

No início deste mês, o presidente da Comissão Federal de Comunicações dos Estados Unidos, Ajit Paibai, enviou uma comitiva à Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Bahrein. Ele aponta que, se os equipamentos Huawei 5G forem usados, os Estados Unidos deixarão de partilhar informações com estes estados. Alabooshi respondeu: ‘Claro, que isso é definitivamente uma preocupação .. mas isso é uma decisão do governo. Seguimos as directrizes do nosso governo. '

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais