Android Geek
O maior site de Android em Português

Sundar Pichai, vai reunir se com autoridades dos EUA para discutir a censura presente na Google

Sundar Pichai, o CEO do Google vai comparecer numa reunião privada com os legisladores republicanos na colina do Capitólio esta sexta-feira, dia 28 de setembro. Apos as alegações recentes que a empresa tem sofrido, relacionado com resultados da pesquisa do Google serem censurados.

Sundar Pichai, o CEO do Google vai comparecer numa reunião privada com os legisladores republicanos na colina do Capitólio esta sexta-feira, dia 28 de setembro. Apos as alegações recentes que a empresa tem sofrido, relacionado com resultados da pesquisa do Google serem censurados. Além disso, na agenda de Pichai, está agendada uma outra reunião para comparecer à audiência pública em um Comitê Judiciário da câmara em novembro, após as eleições intercalares.

Sundar Pichai

O anúncio foi feito há duas semanas depois da Google não ter enviado um representante de alto nível de modo a representar a empresa perante o Congresso, juntamente com o COO do Facebook, Sheryl Sandberg, e o CEO do Twitter, Jack Dorsey. A medida foi duramente criticada pelos legisladores e pela media. A Google terá enviado como representante e seu chefe jurídico, Kent Walker, que foi rejeitado pela comitê do Congresso, que queria ver Pichai ou o CEO do Alphabet, Larry Page. Walker posteriormente partilhou sua testemunho online, sobre o incidente.

Pichai enfrenta uma serie de perguntas difíceis na reunião. A conversa ocorre num momento de maior escrutínio das principais empresas de tecnologia, cujas decisões têm uma inegável influência na opinião pública. Os pontos problemáticos podem incluir a luta contra as notícias falsas on-line, bem como os seus interesses políticos do mecanismo de pesquisa mais popular do mundo, a decisão do Google de interromper a colaboração do Departamento de Defesa dos EUA baseia-se em alegações de censuras nas pesquisas atarvés do seu motor de busca, feitas na china e outros países.

Estou ansioso para encontrar membros de ambos os lados do corredor, respondendo a uma ampla gama de perguntas e a explicar nossa abordagem

Pichai mencionou num comunicado publicado pelo Wall Street Journal

O encontro com o Pichai é organizado pelo líder da maioria na Câmara, Kevin McCarthy, que criticou repetidamente as grandes empresas de tecnologia nos últimos meses. A Google referiu que ele terá muitas perguntas para responder sobre relatos de parcialidade nos resultados de busca, e violações da privacidade do utilizador, comportamento anticompetitivo e negócios, bem como regimes repressivos como o caso da China. Vamos esperar para ver como isto se irá desenrolar, e se poderá mudar o futuro da empresa.

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais