Android Geek
O maior site de Android em Português

Sony confirma que poderá encerrar as suas operações em alguns mercados

O negócio da Sony Mobile passa por períodos de grande turbulência, que levará a empresa a abandonar alguns mercados.

No passado dia 28 de junho informamos aqui que a Sony Mobile iria encerrar a sua atividade em alguns mercados como os do Médio Oriente, África e Turquia. Essa informações surgiu pelas mãos do nosso bem conhecido Evan Blass, que fez uma publicação na rede social Twitter a dar conta dessa informação, e acrescentando ainda que isso irá acontecer no máximo até outubro.

Agora, foi a própria Sony a confirmar que esta pensar na reestruturação do seu negocio em mercados como Europa, África e Médio Oriente, e após o estudo que estão a fazer, irão decidir se farão um esforço para determinar a sua "viabilidade de negócios" ou se é preferível encerrar totalmente essa área de negócio em alguns mercados.

Num comunicado que foi revelado pelo pessoal do Android Authority, a Sony afirma que as novas revisões são parte das suas "medidas contínuas para impulsionar o crescimento lucrativo".

Sony_Xperia_logo_110.jpg

Embora a empresa tenha publicado recentemente o ano fiscal de maior sucesso nos seus 72 anos de história, a sua divisão de smartphones voltou ao vermelho no período de 12 meses, que terminou em março, com perdas a rondar os 250 milhões de dólares. A Sony disse que o deficit não é significativo no contexto das suas operações gerais, que geraram um lucro de mais de 6,6 mil milhões de dólares, com vendas de mais de 77 mil milhões no mesmo período, mas acrescentou que ainda procura uma forma que a divisão móvel saia do vermelho. Fazer isso pode não ser uma tarefa fácil, já que a Sony espera que as suas vendas de smartphones continuem a cair, no curto prazo, caindo de 13,5 milhões de unidades no ano fiscal de 2017 para cerca de dez milhões de aparelhos no ano seguinte.

As ambições da Sony de retornar aos lucros no mercado móvel também devem ser inibidas pelo iene que deve continuar a crescer nos próximos meses, o que é uma má notícia para qualquer empresa que dependa muito de exportações e vendas externas, como os seus aparelhos Android. Apesar dessas dificuldades, a empresa declarou repetidamente que não tem intenção de abandonar o espaço móvel no futuro previsível, pois acredita que as tecnologias de smartphone provavelmente levarão à próxima grande novidade na indústria de produtos eletrónicos de consumo, seja ela o 5G, realidade aumentada, ou algo completamente diferente.

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
Através de androidauthority

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link