Android Geek
O maior site de Android em Português

Smartphones de gama média com sensores de impressões digitais no ecrã estão a chegar

Apesar de ser amplamente desconhecido no Hemisfério Ocidental, o fornecedor de smartphones da China Vivo causou um furor na Consumer Electronics 2018 em Las Vegas em janeiro, revelando ao mundo o primeiro aparelho com tecnologia de reconhecimento de impressões digitais no ecrã.

O sensor biométrico “invisível” gradualmente começou a aparecer em mais e mais modelos Vivo, bem como dispositivos de Huawei, Xiaomi e mais recentemente na Meizu, mas obviamente isso ainda não é o que chamamos de um recurso de smartphone convencional. De acordo com uma empresa de pesquisa e consultoria, a tecnologia que continua a ser considerada imatura e áspera nas bordas por uma série de fabricantes de dispositivos móveis está, no entanto, a espalhar-se num ritmo notável.

Smartphones de gama média com sensores de impressões digitais no ecrã estão a chegar 1

Espera-se que um total de 42 milhões de sensores de impressões digitais sejam enviados no total este ano, com mais de 100 milhões de unidades em 2019. Isso representaria um grande número de produtos Android a serem vendidos, para toda a gente no próximo ano e assim a tecnologia seria considerada “padrão” não apenas nos novos smartphones de gama alta, mas também nos de gama média. Enquanto os scanners ópticos de impressões digitais são facilmente o tipo mais popular de implementação no ecrã agora, a adopção de ultra sons deve aumentar em 2019 graças aos fornecedores de smartphones na Coreia.
Como o Galaxy S10 vai chegar bem tarde para esta tecnologia, a Samsung está supostamente a melhorar tudo o que pode para se destacar em termos de velocidade, precisão e fiabilidade de reconhecimento. É aí que entra essa tecnologia ultra-sónica, embora só o tempo poderá dizer qual a melhor solução no mundo real. A disseminação de leitores de impressões digitais embutidos no ecrã também impulsionará a distribuição global de painéis OLED, com 100 milhões desses a sair apenas na China este ano.

Via

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Partilhem com os vossos amigos e ajudem este projecto em Português.

Obrigado pela visita!
close-link