Samsung rescinde com a BOE devido a esta usar o nome da sul-coreana sem pagar royalties

O TheElec afirma ter obtido uma lista indicando que a Samsung retirou a BOE da sua lista oficial de fornecedores. Isto indica que a empresa não vai comprar nenhum produto ao fabricante chinês. Este é um resultado direto das recentes questões que o BOE tem vindo a ter com os pagamentos de royalties.

Os painéis OLED e LCD feitos diretamente pelo fornecedor chinês BOE foram comprados pela Samsung, uma gigante tecnológica coreana, durante um período significativo de tempo. A negociação do acordo que alcançaram correu sempre bem e proporcionou uma experiência agradável. Os painéis fornecidos pelo BOE foram utilizados pelos fabricantes de telemóveis e televisores. As informações mais recentes sugerem que a Samsung já não está interessada em comprar os painéis OLED que são disponibilizados pela BOE. Há relatos que indicam que o acordo que foi feito entre as duas empresas será rescindido a partir de 2023.

O TheElec afirma ter obtido uma lista indicando que a Samsung retirou a BOE da sua lista oficial de fornecedores. Isto indica que a empresa não vai comprar nenhum produto ao fabricante chinês. Este é um resultado direto das recentes questões que o BOE tem vindo a ter com os pagamentos de royalties. Diz-se que a empresa sul-coreana pediu à BOE que pagasse royalties por usar o nome da Samsung no seu marketing, mas a BOE recusou o pedido. Desde então, a Samsung reduziu a quantidade de painéis de displays que compra à BOE.

Samsung rescinde com a BOE devido a esta usar o nome da sul-coreana sem pagar royalties 1

A Samsung utilizou os painéis que foram fornecidos pela BOE na produção dos seus smartphones, bem como outros produtos. Agora, a lista oficial de fornecedores da marca, que foi publicada no seu site, revelou que a BOE já não faz parte da lista de fornecedores para displays. Como resultado direto das alterações feitas ao acordo entre a BOE e a Samsung, a empresa decidiu que irá agora adquirir os seus ecrãs à CSOT e LG Display. No que diz respeito à ação da Samsung, aguardamos atualmente a divulgação de informações oficiais adicionais.

Muitas empresas, incluindo a Apple e a Samsung, estão a reduzir a sua dependência de fornecedores chineses em resultado da imprevisibilidade geopolítica que rodeia a China. Relatos recentes indicam que a Apple já não está a comprar chips NAND à empresa chinesa YMTC, que é financiada pelo governo chinês. Em vez disso, a SK Hynix e a Samsung fornecerão à empresa chips NAND para compra. Mais uma ilustração deste seria o mais recente contrato que a Samsung e a BOE assinaram.

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!