Android Geek
O maior site de Android em Português

Samsung planeia despedir mil trabalhadores na Índia, devido à concorrência chinesa

A fim de cortar custos, a gigante de tecnologia sul-coreana está a planear demitir 1000 dos seus funcionários. A gigante de tecnologia também vai cortar nos preços dos seus smartphones e televisores.

A Samsung Electronics já desfrutou de um mercado robusto na Índia, mas isso mudou drasticamente nos últimos anos, graças aos fabricantes de smartphones chineses. A fim de cortar custos, a gigante de tecnologia sul-coreana está a planear demitir 1000 dos seus funcionários. A gigante de tecnologia também vai cortar nos preços dos seus smartphones e televisores.Samsung A gigante de tecnologia terá já eventualmente despedido cerca de 150 funcionários na sua divisão de redes de telecomunicações com mais para irem pelo mesmo caminho, pois estabeleceu um prazo em outubro, para encerrar o processo de racionalização de mão-de-obra. O despedimento atingirá trabalhadores de todos os departamentos, onde se incluem vendas, marketing, P & D e fabricação, finanças, recursos humanos e relações corporativas.

A empresa já mandatou chefes de negócios para reportarem todos os com baixo desempenho, bem como aqueles que não conseguem entregar resultados direccionados na sua equipa. A Samsung tem uma força de trabalho estimada em 20.000 na Índia, a sede da Samsung teria sancionado a mudança. A empresa agora quer concentrar-se em gerar crescimento de lucro em vez de receita na Índia.

A BusinessToday.In cita um porta-voz da Samsung Índia que sugere que a Samsung está comprometida com a Índia e continuará a investir significativamente nos seus negócios no país. “No último ano (sic), gerámos 2.000 novos empregos na Samsung. Os negócios da Samsung Índia continuam a crescer e expandir-se, por isso vamos contratar mais talentos em todas as empresas durante o ano. À medida que contribuímos para a criação de empregos, realinhamos continuamente recursos de acordo com as prioridades de negócios para tornar nosso negócio mais robusto e eficiente para o sucesso a longo prazo ”, disse o porta-voz. "Em relação aos negócios, com novos produtos em todas as categorias, conseguimos consolidar ainda mais nossa participação de mercado e 2019 será um ano recorde para a empresa", acrescentou.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais