Samsung poderá salvar o negócio de smartphones da ZTE

É de conhecimento publico as sanções impostas pelo governo Norte Americano, à empresa chinesa ZTE.

Governo Norte Americano muito duro com a ZTE

Para quem não está dentro do assunto, no passado mês de abril, o governo dos EUA disse que iria ser duro com a ZTE ao impor restrições a empresas norte-americanas de vender serviços e equipamentos à empresa chinesa, depois de decidir que houve falsas declarações durante uma investigação sobre violações de sanções comerciais com o Irão.

A ZTE disse que iria lutar contra a proibição, mas alertou que a manter-se este embargo a sobrevivência da empresa estaria em risco. Poucos dias depois, a China recorreu ao governo dos EUA para uma alteração ao bloqueio de negociações comerciais, e esperava-se que o caso fosse ouvido pelo presidente dos EUA, Donald Trump.

Samsung poderá salvar o negócio de smartphones da ZTE image

A proibição da venda de serviços ou equipamentos à empresa chinesa, terá um impacto profundo e catastrófico na divisão móvel da ZTE pois será impedida de comprar hardware de empresas como a Qualcomm e, potencialmente, poderá perder a licença para o uso do software Android, da Google.

Agora surge a Samsung que poderá salvar a ZTE

Apesar de até ao momento a Samsung só ter um cliente para os seus processadores Exynos, a Meizu, a ZTE poderá ser o seu próximo grande cliente.

A agência Reuters informa que a Samsung está em negociações com a ZTE para fornecer os seus chips Exynos para o mercado chinês após a proibição dos EUA. No entanto, a ZTE poderá não ser a única empresa que está em negociações com a Samsung, já que a empresa sul-coreana está à  procura de adicionar mais OEMs à lista de clientes para os seus chips Exynos.

No entanto, os funcionários da Samsung disseram que não há garantia de que a ZTE se tornará uma das empresas a usar seus chips Exynos. Ainda assim, o acordo deve impulsionar a presença da Samsung no mercado de processadores móveis, onde actualmente se encontra na terceira posição, logo depois da Qualcomm e da Apple .

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma 😉


Fique atento à nossa página do Facebook e Twitter para obter as notícias em primeira mão.

Partilhar é importante, mostra este artigo aos teus amigos!

Obrigado, ficamos a dever-te uma ;)
close-link

Achou interessante?

Partilhe com os seus amigos