Android Geek
O maior site de Android em Português

Samsung mantém o seu domínio no mercado de smartphones

Muitos segmentos da indústria estão a sofrer as consequências da pandemia. No entanto, podemos dizer que o mercado de smartphones teve o maior abalo nos primeiros meses de 2020.

O ano de 2020 tem sido difícil devido à pandemia COVID-19. Muitos segmentos da indústria estão a sofrer as consequências da pandemia. No entanto, podemos dizer que o mercado de smartphones teve o maior abalo nos primeiros meses de 2020.

Até agora, no primeiro e segundo trimestre de 2020, a maioria das empresas não conseguiu alcançar resultados expressivos. No entanto, isso melhorou durante o terceiro trimestre de 2020. Afinal, no período de três meses que começa em julho e termina em setembro, a maioria dos governos suspendeu as restrições de confinamento e os clientes puderam retomar o seu habitual, e tão necessário, consumo.

Claro, isto é apenas o início de uma recuperação, pois os resultados ainda são piores do que o do terceiro trimestre de 2019. De acordo com a Canalys, 348 milhões de smartphones foram vendidos entre 1º de julho e 30 de setembro e a Samsung manteve o seu domínio.

Samsung viu uma forte procura pelos seus smartphones no terceiro trimestre de 2020

Essa quantidade de equipamentos vendidos é 4 milhões de unidades a menos que no mesmo período do ano passado. No entanto, é um resultado expressivo se levarmos em conta a pandemia de COVID-19. Trimestralmente, o mercado geral cresceu 22%. A Samsung, sem surpresa, manteve o seu domínio como líder mundial no mercado de smartphones. A empresa sul-coreana acumulou 80,2 milhões de remessas graças a um aumento de 50% nas vendas de smartphones durante o terceiro trimestre. A empresa teve um aumento expressivo nas vendas de telefones de gama média.

A Samsung teve sucesso na medida em que roubou a posição da Xiaomi no mercado indiano e tornou-se líder de mercado mais uma vez.

Relacionado:  7 dicas e truques para o Samsung Galaxy Note 20 que não podem perder

9 melhores telefones Samsung de 2020 - novas críticas do smartphone Samsung Galaxy

Em segundo lugar, temos a sempre incrível Huawei. A empresa chinesa conseguiu vender 51,7 milhões de smartphones. Isso é um número impressionante se o tivermos em conta que a empresa está com dificuldades devido às sanções dos Estados Unidos e que está a funcionar sem  acesso aos serviços do Google. A empresa ainda está a registar uma queda em relação ao ano passado, quando chegou a 66,8 milhões de vendas. Enquanto a Huawei está a perder espaço, outras empresas chinesas estão a ganhar espaço nos mercados globais. A Xiaomi, por exemplo, conseguiu destronar a Apple e ficar em terceiro lugar com 47,1 milhões de remessas nos últimos três meses. Este é um aumento notável de 45% em relação ao ano passado. A Xiaomi tornou-se a empresa de crescimento mais rápido no terceiro trimestre.

A Apple perdeu o seu lugar devido à falta de iPhones no terceiro trimestre

A Apple caiu para o quarto lugar, com 43,2 milhões de remessas. Podemos dizer que a falta de novos iPhones na habitual época de setembro afetou a empresa. Poderá recuperar o seu lugar no quarto trimestre de 2020 com a família iPhone 12 disponível até ao final de novembro. Em quinto lugar, temos a Vivo que conseguiu uma impressionante pontuação de 31,8 milhões de equipamentos vendidos.

Melhores telefones Xiaomi de 2020: estes são os principais dispositivos Mi, Redmi, Poco e Black Shark | TechRadar

Conforme mencionado, o mercado apresenta sinais de recuperação. Porém, só o tempo dirá se as empresas manterão esse ritmo. Afinal, há uma segunda onda de COVID-19 na Europa neste momento.

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!