Android Geek
O maior site de Android em Português

Samsung já vendeu um milhão de Galaxy Note 9 na Coreia, mas nem tudo são rosas

O Samsung Galaxy Note 9 na altura do seu lançamento era o smartphone Android mais avançado do mundo em termos de possibilidades, pelo menos até terem saído os novos Mate 20. Não é surpreendente, portanto, que já tenha atingido um milhão de unidades vendidas na Coreia do Sul apesar do seu preço, e tenha batido assim o Galaxy S9.

Samsung Galaxy Note 9 na altura do seu lançamento era o smartphone Android mais avançado do mundo em termos de possibilidades, pelo menos até terem saído os novos Mate 20.

Samsung já vendeu um milhão de Galaxy Note 9 na Coreia, mas nem tudo são rosas 1

Não é surpreendente, portanto, que já tenha atingido um milhão de unidades vendidas na Coreia do Sul apesar do seu preço, e tenha batido assim o Galaxy S9. No entanto, nem tudo são boas notícias para a Samsung, porque os números confirmam que a evolução sem revolução deste ano não animou muitos dos seus utilizadores.

Este milhão foi atingido no seu mercado doméstico, onde os terminais estrela da Samsung são vendidos por mais tempo e  de onde normalmente temos os únicos dados de vendas de um gigante coreano pouco dado a revelar esses números.

Samsung já vendeu um milhão de Galaxy Note 9 na Coreia, mas nem tudo são rosas 2

Seja como for, é curioso ver que o Galaxy Note 9 vende bem, mas não tanto quanto o Galaxy Note 8, um smartphone que muitos mercados esperavam depois de um Galaxy Note 5 vendeu muito pouco e de um Note 7 que terminou em desgraça absoluta.

Os números não enganam, o Galaxy Note 9 chegou a um milhão de unidades vendidas em 54 dias, enquanto o Galaxy Note 8 o fez em 48 dias e o Galaxy S9 e S9 + levaram pouco mais de 60 dias.

Samsung já vendeu um milhão de Galaxy Note 9 na Coreia, mas nem tudo são rosas 3

Poucas razões para mudar, pouca evolução, os números batem certo…

Nem tudo é bom para a Samsung e esses números parecem fazer sentido, porque o Galaxy Note 8 quebrou barreiras com funcionalidades impressionantes, poder de sobra e a soma de uma S-Pen da qual os utilizadores tiveram saudades nestes dois anos.

Por seu lado, o Galaxy Note 9 não revoluciona assim como também não o fazem os Galaxy S9 e S9 +, com preços muito altos que não encorajam o utilizador a mudar.

Além disso, o Galaxy Note é um smartphone dedicado à produtividade com um público alvo bem definido. Quem tiver um Note 8 provavelmente não quer gastar uma exorbitância num Note 9, e espera por mais melhorias.

O gigante coreano está também presente num indicador da procura global, que caiu este ano evidenciando uma desaceleração numa indústria que sempre se alimentou com a velocidade das inovações. Vamos ver se com o 5G, os telefones dobráveis ​​ou alguma novidade diferenciadora o próximo ano é mais positivo para a indústria. 

 

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link