Android Geek
O maior site de Android em Português

Samsung Display continua líder no mercado global de ecrãs

A Samsung captou a maior parte desses pedidos. Estima-se que a afiliada de ecrãs da Samsung tenha enviado de valor cerca de US $ 3,4 mil milhões em displays de smartphones no primeiro trimestre encerrado em março de 2019.

Os dados mais recentes do IHS Markit mostram que a Samsung Display manteve a sua posição dominante como a principal fornecedora global de ecrãs de smartphones no primeiro trimestre deste ano. Foi capaz de fazer isso à medida que mais fabricantes de smartphones optaram por painéis OLED para os dispositivos premium.

A Samsung captou a maior parte desses pedidos. Estima-se que a afiliada de ecrãs da Samsung tenha enviado de valor cerca de US $ 3,4 mil milhões em displays de smartphones no primeiro trimestre encerrado em março de 2019. Foi responsável por 40,2% do mercado de ecrãs de smartphones neste período. A Samsung Display também foi responsável por 80% dos suprimentos de painéis OLED.

É pertinente mencionar aqui que a participação de mercado do segundo trimestre da Samsung é 6,6 pontos percentuais menor do que no mesmo período do ano passado. No entanto, a empresa conseguiu manter a sua participação de mercado acima de 40% por oito meses consecutivos. Nenhum dos seus concorrentes está  perto em termos de participação de mercado.

A Japan Display ficou em segundo lugar com uma participação de mercado de 12,3 por cento, a BOE da China ficou em terceiro, com 11,9 por cento. O que é interessante notar é que a participação de mercado do BOE quase dobrou em comparação com o mesmo período do ano anterior. A Samsung está a ter que contornar as incertezas da procura com painéis do ecrã OLED. Foi relatado há cerca de um ano que a empresa estava à procura de construir uma "super fábrica de OLEDs" na Coreia do Sul. Teria 30% a mais de capacidade de produção em comparação com a planta A3 da China.

A Samsung teria investido quase mil milhões de dólares na nova fábrica. No entanto, foi mais tarde relatado que a Samsung tinha decidiu colocar o projecto em standby até ter a certeza sobre a procura sustentada no mercado.

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais