Android Geek
O maior site de Android em Português

Samsung chega a acordo com funcionários atingidos por cancro

Numa conferência de imprensa realizada em Seul, Coreia do Sul, a presidente da divisão de soluções de dispositivos da Samsung, Kinam Kim, admitiu que a Samsung não conseguiu “gerir de forma eficaz as ameaças à saúde” nas suas fábricas de semicondutores e ecrãs de cristal líquido. Sharps, uma organização ativista coreana, documentou mais de 200 casos individuais de trabalhadores que sofriam de doenças após trabalharem numa fábrica da Samsung.

Numa conferência de imprensa realizada em Seul, Coreia do Sul, a presidente da divisão de soluções de dispositivos da Samsung, Kinam Kim, admitiu que a Samsung não conseguiu "gerir de forma eficaz as ameaças à saúde" nas suas fábricas de semicondutores e ecrãs de cristal líquido. Sharps, uma organização ativista coreana, documentou mais de 200 casos individuais de trabalhadores que sofriam de doenças após trabalharem numa fábrica da Samsung. Cerca de 70 desses trabalhadores morreram, segundo a empresa.

Samsung chega a acordo com funcionários atingidos por cancro 1

A desculpa e a promessa de compensação marcam o fim do impasse de mais de uma década da empresa com os seus ex-funcionários. A controvérsia começou em 2007, quando o taxista Hwang Sang-gi se recusou a aceitar um acordo da empresa pela morte da sua filha de 23 anos, que morreu de leucemia após trabalhar numa fábrica da Samsung. A Samsung admitiu em 2014 lançar um fundo que pagará 100 biliões de won (85,8 milhões de dólares) para compensar funcionários expostos a condições de trabalho perigosas em 2015.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais