Sabem por quanto a Huawei vendeu a sua ex subsidiária Honor?

Estes dados mostraram um crescimento da gigante chinesa da tecnologia no ano passado.

Em novembro passado, a Huawei fez um negócio com a Shenzhen Zhixin New Information Technology Co. Ltd., um consórcio de mais de 30 entidades e revendedores na China. Após a conclusão da venda, a Huawei não tem nenhuma participação na nova empresa de smartphones Honor.

Foi a 31 de março, que a Huawei divulgou os seus resultados financeiros de 2020. Estes dados mostraram um crescimento da gigante chinesa da tecnologia no ano passado. A empresa correspondeu às expectativas de negócio, e as receitas de vendas e o lucro líquido também aumentaram. De acordo com a Huawei, a sua receita de vendas foi de 891,4 mil milhões de yuans, um aumento anual de 3,8%, e o lucro líquido foi de 64,6 mil milhões de yuans, um aumento anual de 3,2%. A Huawei também revelou que a empresa recebeu um depósito de 10 milhões de yuans (1,52 mil milhões de dólares) pela venda da sua antiga subsidiária de fabrico de smartphones, Honor.

Sabem por quanto a Huawei vendeu a sua ex subsidiária Honor? 1

Em novembro passado, a Huawei fez um negócio com a Shenzhen Zhixin New Information Technology Co. Ltd., um consórcio de mais de 30 entidades e revendedores na China. Após a conclusão da venda, a Huawei não tem nenhuma participação na nova empresa de smartphones Honor.

O Grupo Shenzhen Jixin foi fundado em 27 de setembro de 2020, com um capital social de 100 milhões de yuans. Entre os membros , temos a Shenzhen Smart City Technology Development Group, uma subsidiária integral da Comissão de Supervisão e Administração de Ativos Estatais de Shenzhen (SASAC), que detém uma participação de 98,6 por cento, a Parceria de Capital Privado de Desenvolvimento Sinérgico de Shenzhen estatal detém 1,4 por cento das ações.

A declaração também refere que a mudança de acionistas não afetará o desenvolvimento da Honor e que a administração e a equipa da Honor permanecerão as mesmas.

Huawei fez declaração sobre a venda da Honor

A Huawei disse na altura, que este momento em que lhe é dificultado o acesso à componentes importantes de tecnologia, o seu negócio de consumo está sob tremenda pressão. Ao "libertar" a Honor está a permitir que canais de venda e fornecedores da Honor possam continuar a fazer negócios sem restrições. A Huawei Investment Holdings Limited decidiu vender os ativos de negócios da Honor, o comprador é a Shenzhen Zhixin New Information Technology Co. Ltd.

Relacionado:  Huawei lança tablet focado nas crianças MatePad T10 Kids Edition

Reestruturação da Honor

  • De acordo com a fonte, Wan Biao atuará como presidente da New Honor, com foco na gestão da cadeia de fornecedores em que é bom, e responsável pelo plano da linha de produtos da New Honor para garantir o fornecimento de vários Chipsets desejados pela New Honor produtos.
  • Zhao Ming será o CEO da New Honor, responsável pelas operações diárias da empresa, com foco em canais de venda.
  • Fang Fei, o ex-vice-presidente da linha de produtos de negócios ao consumidor da Huawei, atuará como presidente da nova linha de produtos Honor e será responsável pelo plano da nova linha de produtos Honor. Fang Fei foi anteriormente responsável por posicionar linhas de produtos mais jovens, como Huawei nova, Changxiang, Changwan e Maimang.
  • Yang Jian, o ex-chefe do departamento de gestão de venda do negócio de consumo da Huawei na China, atuará como presidente da nova gestão Honor, responsável pelo trabalho de venda global e gestão de canal.
  • Outros executivos e equipas da Honor permanecerão inalterados.
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!