Android Geek
O maior site de Android em Português

Receita Xiaomi em Smartphones foi de US $ 16,95 biliões em 2018

O lucro ajustado foi de RMB 8,6 biliões (US $ 1,28 bilião), um aumento ano a ano de 59,5%. A receita total ficou em linha com as expectativas e o lucro líquido superou as expectativas do mercado.

O Xiaomi Group anunciou o seu relatório financeiro anual de 2018. Durante o período analisado, conseguiu uma receita total de RMB 174,9 biliões (US $ 26,06 biliões), um aumento ano-a-ano de 52,6%. O lucro ajustado foi de RMB 8,6 biliões (US $ 1,28 bilião), um aumento ano a ano de 59,5%. A receita total ficou em linha com as expectativas e o lucro líquido superou as expectativas do mercado.

Durante o período de 2018, a receita de smartphones da Xiaomi foi de 113,8 biliões de yuans (US $ 16,95 biliões), um aumento ano a ano de 41,3%. De acordo com  as estatísticas do IDC, o número de smartphones expedidos globalmente  caíu 4,1% ano a ano. Mas, durante o período do relatório, os smartphones expedidos da Xiaomi atingiram 119 milhões de unidades, um aumento ano a ano de 29,8%.

 

Lei Jun afirma que relativamente ao negócio de smartphones, no quarto trimestre de 2018, a Xiaomi completou com sucesso a preparação da marca, bem como o ajuste ativo da estrutura dos produtos e ritmo de lançamento. A receita dos equipamentos de 2.000 yuans e acima representou 31,8% da receita total de smartphones. Graças a isso, o preço médio de venda (ASP) dos smartphones na China continental aumentou em 17% em relação ao ano anterior. Ao mesmo tempo, devido ao crescimento do número de smartphones expedidos para os mercados desenvolvidos da Europa Ocidental, o ASP correspondente cresceu 9,7%.

Além disso, Lei Jun prometeu aos consumidores que a margem de lucro líquido abrangente do hardware da Xiaomi nunca excederá 5%. De acordo com a informação financeira, o lucro líquido após impostos da Xiaomi Hardware em 2018 é positivo e inferior a 1% (onde se inclui hardware inteligente onde se inclui smartphones, IoT e bens de consumo). numa carta a investidores e utilizadores da Xiaomi, Lei Jun afirma que esses dados demonstram de forma eloquente que os interesses dos utilizadores e a rentabilidade das empresas podem existir em harmonia sem oposição.

Em 2018, o preço médio e o lucro de smartphones da Xiaomi aumentaram. Ainda assim a Xiaomi ainda leva a sério o princípio de estabelecer o preço de venda próximo do  preço de custo.

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais