Android Geek
O maior site de Android em Português

RAM, GPU, NFC ... O que significam os termos mais usados ​​no Android?

Através de uma extensa nota publicada no Facebook, Zuckerberg deu os detalhes sobre os planos futuros para a rede social: uma visão focada na privacidade, onde o end to end encryption entre as comunicações dos seus utilizadores é o foco principal e o conteúdo gerado é efémero e privado.

Palavras como RAM, NFC ou mAh são algo muito comum para uma grande parte dos utilizadores. Embora para pessoas que têm pouca experiência no segmento de tecnologia móvel ou informática em geral, elas possam ser estranhas.

No mercado de telefones Android há uma série de termos que usamos e lemos diariamente. Palavras como RAM, NFC ou mAh são algo muito comum para uma grande parte dos utilizadores. Embora para pessoas que têm pouca experiência no segmento de tecnologia móvel ou informática em geral, elas possam ser estranhas.

Portanto, é sempre conveniente ter um pequeno glossário disponível que explique brevemente os termos mais comuns que são mencionados quando se fala em smartphones Android.

Glossário de termos comuns no mundo Android

Neste caso, vamos ver alguns dos termos mais comuns no Android. Muitos deles são usados ​​quando se fala sobre as especificações de um telefone. Outros são usados ​​em geral no campo de smartphones. Embora todos tenham em comum que são usados ​​de maneira habitual. Portanto, é conveniente saber o que querem dizer.

O objectivo é quando lerem alguma coisa sobre as especificações de um telefone saibam exactamente do que se está a falar.

Termos Android mais comuns

 

Esses termos são todos muito comuns e todos os dias usamos muitos deles

Glossário de termos do Android

Esta lista é mostrada em ordem alfabética. No futuro pode ser expandida se houver novos termos que se tornem comuns ou muito relevantes no Android, para que esteja sempre completa o e mostre a evolução que existe no mercado.

  • Adware: Software que é responsável por exibir anúncios, que não são desejados pelo utilizador. Em muitos casos, eles são filtrados por meio de aplicações no telefone.
  • Armazenamento interno: É a capacidade da memória do telefone (16 ou 32 GB, por exemplo). Determina o número de arquivos ou aplicações que podem ser armazenados nele.
  • Android: O sistema operativo que é usado em smartphones, comprado pelo Google em 2005. Até agora, já houve nove versões dele ( o mais recente Android 9.0 Pie). O Android Q deve chegar este ano.
  • Aplicação ou app: Um programa ou software desenvolvido para um sistema operativo específico (Android, neste caso) e que fornece uma funcionalidade para o utilizador ou permite fazer uma tarefa específica. Como a aplicação do relógio (ver a hora ou definir um alarme, por exemplo).
  • Bloatware: aplicações instalados no telefone de origem, em muitos casos, essas aplicações não fornecem um a utilidade real e é difícil removê-las do telefone.
  • Bluetooth: Uma tecnologia sem fio, presente em todos os telefones Android, que permite a transmissão de voz e dados entre dispositivos. O Bluetooth 5.1 será lançado em breve.

 

  • Bootloader: É o processo de inicialização do telefone. Um programa cujo objetivo é iniciar a operação de todos os elementos necessários para o funcionamento do sistema operativo.
  • Bug: É um termo usado para definir uma falha numa aplicação ou em algum elemento no sistema operativo.
  • CPU: É a Central Processing Unit, que é uma parte do hardware em que a maioria dos cálculos do código de telefone é realizada. Uma CPU com maior poder supõe uma maior capacidade de processamento, que mais processos pode realizar ao mesmo tempo.
  • Estabilização óptica (OIS): Tecnologia que trabalha para compensar o movimento.
  • Google Play Store: É a loja digital Android, onde podem instalar jogos e aplicações para o vosso telefone.
  • GPU: Unidade de processamento gráfico, também conhecida como placa gráfica. Nesta unidade de hardware, as principais operações gráficas do telefone são realizadas.
  • GPS: Um termo conhecido pela maioria dos utilizadores, que é o Sistema de Posicionamento Global. Graças a isso, é possível determinar a localização de uma pessoa ou dispositivo em todos os momentos. No Android, é possível ativar ou desativar este GPS.
  • JPEG ou JPG: É o formato mais frequente em arquivos de foto. Destaca-se por ser leve, além de ser compatível com os principais editores de fotografia.

 

  • Kernel: É um software essencial no Android, que garante uma boa comunicação entre hardware e software.
  • Lag: Uma queda de velocidade súbita e inesperada numa aplicação. Em muitos casos, isso acontece porque o dispositivo não tem capacidade de processamento suficiente naquele momento.
  • Aprendizagem de máquina: Técnicas de inteligência artificial que se concentram em aprendizagem dos dispositivos. Uma série de comportamentos ou padrões gerados a partir das informações obtidas.
  • mAh: Significa miliamperes por hora e é a unidade de carga elétrica que é usada para conhecer a capacidade da bateria de um telefone Android. Por exemplo, uma bateria de 4.000 mAh.
  • Megapixel: O pixel é a menor unidade homogénea na parte colorida de uma imagem digital (um megapixel é um milhão de pixels, portanto). Eles são um elemento que ajuda a determinar a qualidade da câmara. Apesar de não significar que ter mais MP,  faça uma câmara melhor.
  • MOD: Uma modificação, extensão do software. Graças a isso, é possível modificar aspectos do dispositivo, como áudio ou câmara, entre outros.
  • Nanômetro: Unidade que equivale a um bilionésimo de metro. Ele é usado para falar sobre o processo de fabrico de um processador (processador fabricado em 7 nm)
  • NFC: Near Field Communication. É uma conexão sem fio que permite executar uma série de acções como pagamentos ou transferência de arquivos de um telefone para outro.
  • NPU: É a unidade de processo neural que é responsável por realizar a maioria das tarefas relacionadas com a inteligência artificial no telefone. Isso faz com que a GPU e a CPU tenham menos carga de trabalho.

 

  • PDAF: É a abordagem de detecção de fase, que é um legado da fotografia profissional. É responsável por melhorar os resultados das fotos.
  • RAM: É a memória de acesso aleatório ou memória de trabalho. É nela, que a  maioria das instruções que vêm da CPU são carregadas.
  • RAW: É o arquivo bruto que é obtido da câmara ao tirar uma foto. A sua principal característica é que não é comprimido. Além disso, permite uma edição completa do arquivo.
  • Recuperação: É o modo de recuperação do Android, que permite realizar acções como redefinir o dispositivo ou fazer alterações.
  • Repor ou Restaurar: Consiste na eliminação de todas as informações que estão no telefone e deixa-lo no seu estado original. Depois de restaurar um equipamento  ele ficará como se tivesse acabado de sair da fábrica. Esta função é acedida através da recuperação.
  • Root:  Consiste numa modificação do sistema, que permite o acesso a todos os recantos do mesmo. Com este acesso podem executar todos os tipos de mudanças. Permite uma extrema personalização do Android.
  • SIM: O cartão responsável por identificar o telefone na rede telefonica, pois está associado a um número de telefone. Responde às iniciais do módulo de identidade do assinante.

Faltou alguma coisa importante? Deixem nos comentários.

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais