Qualcomm Snapdragon 6 Gen 1 com especificações reveladas na internet

Os dados publicados, a julgar pelo slide abaixo, foram divulgados pela própria Qualcomm. O novo processador será fabricado utilizando tecnologia de 4nm. Irá receber núcleos de computação Kryo com uma velocidade de até 2,2 GHz.

Surgiram hoje à disposição na internet as características detalhadas do processador móvel Snapdragon 6 Gen 1, que a Qualcomm anunciará em breve. O chip irá ser encontrado em smartphones de gama média com suporte para redes 5G.

Os dados publicados, a julgar pelo slide abaixo, foram divulgados pela própria Qualcomm. O novo processador será fabricado utilizando tecnologia de 4nm. Irá receber núcleos de computação Kryo com uma velocidade de até 2,2 GHz. E um acelerador gráfico Adreno com suporte para OpenCL 2.0 FP, Vulkan 1.1 e OpenGL ES 3.2.

Snapdragon 6 Gen 1 4nm com WI-FI 6e e 5G

Assim, o modem integrado Snapdragon X62 5G irá fornecer capacidade sub-6GHz e mmWave. A taxa de transferência de dados para o modem pode teoricamente atingir a velocidade de 2,9 Gbps.

A plataforma Snapdragon 6 Gen 1 fornece suporte para comunicação sem fios Wi-Fi 6E e Bluetooth 5.2, LPDDR5-2750 RAM com um máximo de 12 GB, interface USB 3.1, GPS / BeiDou / GLONASS / Galileo / navegação QZSS.

Os fabricantes poderão equipar dispositivos com um ecrã Full HD+ com uma taxa de actualização até 120 Hz, câmaras com uma resolução até 48 megapixels, ou câmaras duplas numa configuração de 25 + 16 megapixels. As especificações mais detalhadas dos produtos são as seguintes:

Recentemente, a Qualcomm confirmou os rumores recentes de que a linha Samsung Galaxy S23 poderia ser equipada inteiramente ou quase inteiramente nos SoCs Snapdragon. Em um evento para investidores, o chefe da Qualcomm Cristiano Amon, respondendo à pergunta relevante, falou, embora não directamente, mas de forma bastante clara sobre este assunto.

Agora a quota do Snapdragon 8 Gen 1 nos smartphones da linha Galaxy S22 é de 75%. Depois, na linha Galaxy S23 será muito mais elevada. Ou seja, ou seja, ou 100% ou mais. E é difícil dizer quão rentável será para a Samsung desenvolver e lançar o SoC Exynos 2300. Se estiver a ser utilizado nos 5% condicionais dos principais smartphones da empresa. Portanto, é inteiramente possível que os rumores de uma mudança completa para a solução da Qualcomm fossem verdadeiros.

Nós utilizadores penso que falo pela grande maioria, agradecemos.  Apesar da Samsung continuar a insistir nos seus próprios chipsets, a verdade é que nunca conseguiram chegar ao patamar dos Snapdragon.

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!