Android Geek
O maior site de Android em Português

Qualcomm lança o primeiro sensor ultra-sónico de impressão digital 3D do mundo

Hoje, no evento de lançamento do Qualcomm Snapdragon 855, a fabricante de chipsets também apresentou o primeiro scanner de impressão digital 3D ultra-sónico no ecrã. O novo chipset é oficialmente revelado e irá chegar  em 2019.

Hoje, no evento de lançamento do Qualcomm Snapdragon 855, a fabricante de chipsets também apresentou o primeiro scanner de impressão digital 3D ultra-sónico no ecrã. O novo chipset é oficialmente revelado e irá chegar  em 2019. A fim de enfrentar a crescente concorrência dos fabricantes chineses, a Qualcomm lançou o seu próprio scanner ultra-sónico de impressão digital 3D para grandes fabricantes.

 

Feito em parceria com a Katouzian, a Qualcomm tem um preço muito baixo devido à sua capacidade de trabalhar em diferentes ambientes. Pode ser executado perfeitamente mesmo em várias condições como dedos oleosos ou molhados. Ele funcionará com precisão, bastante diferente dos sensores ópticos presentes, que não conseguem ler a impressão digital se o utilizador tiver mãos molhadas ou oleosas.

O novo leitor 3D de impressões digitais ultra-sónico funcionará com a ajuda de ondas sonoras. O mapeamento de impressões digitais irá ocorrer com as ondas sonoras. As ondas sonoras irão medir vales e picos no dedo e combinarão com o pré-ajuste. O novo sensor ultra-sónico abriu caminho para a área funcional mais ampla da impressão digital no ecrã. No sensor óptico, o utilizador precisa tocar numa parte específica do ecrã, mas, na tecnologia mais recente, o utilizador terá uma área de superfície maior.

A Qualcomm explicou num post no blog que :

“Esta é a única solução móvel que pode detectar com precisão impressões digitais através de numerosos contaminantes. Além disso, essa tecnologia possibilita formatos finos e modernos, ao mesmo tempo em que se diferencia de alternativas com níveis mais altos de segurança e precisão ”.

É uma invenção surpreendente no mercado de scanners de impressões digitais. Pode vir a ser usado em smartphones, tablets e outros gadgets, como o principal modo de autenticação. O seu funcionamento completo, ainda não está actualmente disponível, mas iremos informar assim que estiver disponível, por isso fiquem atentos.

 



Fique atento à nossa página do Facebook e Twitter para obter as notícias em primeira mão.

Fonte phoneradar

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais