Android Geek
O maior site de Android em Português

Qual o futuro da Inteligência Artificial na sua relação com os seres Humanos? A Huawei clarifica

cof

Esta segunda feira estivemos em Londres na Saatchi Gallery a convite da Huawei, com o objectivo de sabermos mais sobre IA,  e de que forma pode mudar as nossas vidas, para o bem e para o mal.

Qual o futuro da Inteligência Artificial na sua relação com os seres Humanos? A Huawei clarifica image
oznor

O evento foi iniciado com uma apresentação feita pelo Presidente da Huawei Mr WalterJi que mostrou de onde a Huawei veio , como começaram com um investimento de 3500$ em 1987 até chegar a 2ª Fabricante mundial de smartphones em 2017.

Um caminho impressionante que só foi possível por se manterem fiéis aos seus principios, sendo que um dos primordiais é investir em Inovação que Faz sentido.

Meaningful Innovation

Este conceito é nada menos do que pensar não só nas novidades tecnologicas que já é possivel tecnicamente incluir nos seus equipamentos, mas também de que forma é que estas novidades podem melhorar a vida dos utilizadores dos seus produtos. Prova disso é que o mais recente FlagShip o Huawei Mate 10 Pro inclui nas suas caracteristicas mais fortes os pontos que são mais valorizados pelos utilizadores, performance de excelência, bateria de longa duração e câmaras de primeira linha.

Qual o futuro da Inteligência Artificial na sua relação com os seres Humanos? A Huawei clarifica image
Huawei Mate 10 Pro

Mas não são apenas estes os pontos que diferenciam o Mate 10 Pro dos restantes equipamentos, o ponto mais importante e ao mesmo tempo mais dificil de explicar é a presença de Inteligência Artificial através da NPU (rede de processamento neural) incluída no mais recente chipset Kirin 970.

Qual o futuro da Inteligência Artificial na sua relação com os seres Humanos? A Huawei clarifica image

Mas o que pode a Inteligência Artificial fazer por nós?

A Huawei encomendou um estudo que conseguisse determinar as semelhanças e diferenças entre o cérebro Humano e a Inteligência Artificial. Este estudo revelou que um cidadão europeu, em média, não está consciente de 99,74% das decisões que toma ao longo de um dia. Esta percentagem parece fantasiosa, mas não é, e já vão perceber porquê.

É sabido que o cérebro humano toma aproximadamente 35.000 decisões diárias, destas, apenas tomamos consciência de 0,26%. Este estudo foi feito tendo como base 10.000 cidadãos europeus.

Walter Ji, , President, Huawei Western Europe Consumer Business Group concluiu que isto é a prova que o cérebro humano tem um funcionamento muito semelhante ao da Inteligência Artificial, opera em segundo plano e resolve e decide sem termos consciência de tudo o que é decidido.

Um exemplo que pode clarificar o que estamos a dizer é o seguinte: Quando atravessamos uma estrada olhamos automaticamente para o nosso lado direito que é de onde o trânsito virá, esta acção é totalmente inconsciente e é útil ao ponto de nos manter vivos. No entanto se estivermos em Londres (como é o meu caso neste momento), o reflexo de olhar para o lado direito da estrada antes de atravessar é totalmente inútil, pois o transito funciona ao contrário no Reino Unido. O que este exemplo mostra, é que os nossos cérebros apesar de maquinas de excelência também falham. O que a inteligência artificial nos propõe, neste caso na dimensão de integração com um smartphone, é perceber os nossos hábitos e prefrências e agir em conformidade para nos apresentar os melhores resultados, sem termos sequer que pensar no que está a acontecer.

Por exemplo se usam um determinado filtro especifico quando tiram a maioria das vossas fotos,o Kirin 970 irá provavelmente aprender este hábito e abrir a câmara com este filtro por defeito. Porque vocês o usam.

Simples,certo?

O estudo de que falámos há pouco também revelou que os utilizadores confiariam num smartphone determinadas decisões desde que lhes facilitasse a vida, 47% dos inquiridos revelou que gostaria que o seu smartphone desse ideias de cozinhados possiveis com a comida que têm no seu frigorifico, outros apontaram a vontade de usar o smartphone e a sua inteligência artificial para aprender novas linguas, receber dicas de viagem, etc.

Quando questionados sobre quantas decisões tomavam diariamente relativamente a comida, a resposta média foi 7, quando na verdade estudos mostram que tomamos na realidade em média 211 decisões relativas a alimentos diariamente. Dados semelhantes aparecem por toda a informação recolhida, a conclusão é que nós seres humanos não temos noção da quantidade de decisões que são necessárias tomar diariamente para que a nossa vida flua normalmente.

Sabiam que para fazer uma chavena de chá o número médio de decisões é de cerca de 65? 

Este estudo foi realizado como parte da campanha de lançamento do novo Huawei Mate 10 Pro que, como já referi, traz o primeiro chipset num smartphone com uma rede neural integrada e que é capaz de tomar decisões.

Inteligência Artifical nos nossos bolsos.

Este estudo foi apresentado na Saatchi Gallery, pela Huawei noi evento ”Al and Humans. Great Minds Think Alike” que pretende revelar o potencial de colaboiração entre seres humanos e Inteligência Artificial.

Walter ji, President, Huawei Western Europe Consumer Business Group, Huawei referiu, “Criámos o Kirin 970 para dar um passo rumo a uma nova era de smartphones inteligenytes que trabalham em segundo plano para tronar as nossas vidas melhor, e para nos dar as ferramentas e tempo para tomarmos decisões melhores e mais fudamentadas, o processador Kirin 970 foi criado para perdceber como usamos os nbossos equipamentos e assim prever a forma mais eficiente de nos ajudar a optimizar a performance para que o telefone esteja sempre no melhor estado para manter a sua eficiência ao longo do tempo.”

Paul Dolan, Professor de ciência comportamental no departamento de psicologia da London School of Economics and Political Science comentou o estudo realizado,” Os resultados são fascinantes e demoinstram sem sombra de dúvida que o nosso cérebro processa inúmeras coisas automaticamente e sem que tenhamos consciência delas. Contrariamente ao que a maioria pensa o processo de decisão do cérebro humando é feito em grande parte de forma automática e inconscientee isso é na verdade muito bom. Criamos hábitos que previnem o nosso cérebro de ser sobrecarregado por tarefas rotineiras. A inteligência Artificial copia o funcionamento do cérebro humando de forma a que possa tomar decisões minimas mas importantes sem que sequere tenhamos que pensdar nisso”

Qual o futuro da Inteligência Artificial na sua relação com os seres Humanos? A Huawei clarifica image

A pesquisa, realizada em novembro de 2017 pela Lightspeed Research, em nome da Huawei, possui entrevistados de dez países: Reino Unido, Itália, Alemanha, Portugal, Espanha, Holanda, Irlanda, Suíça, Bélgica e França. É nacionalmente representativo por idade, género e região.

Referencias

1 Decision-Making Made Ridiculously Simple: https://www.psychologytoday.com/blog/the-blame-game/201607/decision-making-made-ridiculously-simple

2 Wansink, B., & Sobal, J. (2007). Mindless eating: the 200 daily food decisions we overlook. Journal of Environment and Behavior, 39(1), 106-123 https://www.researchgate.net/publication/227344004_Mindless_Eating_The_200_Daily_Food_Decisions_We_Overlook

3 Mobile touches: a study on humans and their tech: https://blog.dscout.com/mobile-touches

4 Land, M. F., & Hayhoe, M. (2001). In what ways do eye movements contribute to everyday activities? Vision research, 41(25), 3559-3565: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11718795

5 Adobe Consumer Email Survey Report 2017: https://www.slideshare.net/adobe/adobe-consumer-email-survey-report-2017

6/7 OECD National Time Use Data: http://www.oecd.org/gender/data/balancingpaidworkunpaidworkandleisure.htm

8 M&S shopping survey: http://www.swnsdigital.com/2016/06/women-spend-4-days-a-year-choosing-what-to-wear/

Fique atento à nossa página do Facebook e Twitter para obter as notícias em primeira mão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.