Android Geek
O maior site de Android em Português

Oppo e Vivo regridem para chipsets da Mediatek este ano

A primeira metade deste ano de 2017 foi complicada, para a marca de Taiwan que fabrica chipsets, a Mediatek viu os seus envios caírem para cerca de 100 milhões durante o 1º trimestre, e com apenas um pequeno aumento no 2º trimestre a 110 quase 120 milhões de envios. Enquanto os 100 milhões possam parecer um número grande, podemos comparar os números da mesma altura mas em 2016, que foram cerca 480 milhões de chipsets. Este número dificilmente a marca irá conseguir ainda este ano, nem lá perto provavelmente. Mas agora a Oppo e a Vivo podem mudar o rumo da Mediatek.

 

Oppo e Vivo regridem para chipsets da Mediatek este ano 1

 

A queda nos envios da Mediatek deve-se ao facto do domínio do mercado, da gigante dos Estados Unidos, a Qualcomm nos equipamentos de gama baixa e gama média na China, onde a Mediatek reinou por muito tempo. Os maiores fabricantes Chineses como a Xiaomi, Oppo e Vivo, todos eles mudaram as suas ordens da Mediatek para a Qualcomm. Uma boa parte do mercado de gama média/alta é controlado pela Oppo e a Vivo, que sempre tinham usado chipsets da Mediatek, mas já o último Oppo R11 contém um Qualcomm Snapdragon 660. Mas o analista da indústria Pan Jiutang, revelou que a Oppo e a Vivo, vão regressar provavelmente aos chipsets, da Mediatek na segunda metade do ano de 2017.

Oppo e Vivo regridem para chipsets da Mediatek este ano 2

Este mesmo analista ainda refere que este volte face, se deve ao lançamento por parte da Mediatek de chipsets como o Helio P25 e o futuro Helio P30, estas são as razões para o regresso à marca de Taiwan de dois dos maiores fabricantes da China. Não nos podemos esquecer que a Mediatek concebeu um potente Helio X30 em processo de 10nm, e que este chipset foi equipar o Meizu Pro 7 e Pro 7 Plus, e que apesar de tudo consegue rivalizar com chipsets como os Snapdragon 835, Kirin 960 e outros. Mas permanece a dúvida se esta mudança para os chipsets da Mediatek, se vai afectar muito os envios da marca. Considerando que as ordens para os chipsets são feitas durante a primeira metade do ano. Parecem boas notícias para a Mediatek, que assim pode dar um sinal de voltar assim ao topo dos fabricantes de chipsets, dando assim uma maior competição entre o mercado de fabricação de chips, e que faz com que vá resultar em melhores produtos para nós consumidores.

 

 

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link