Android Geek
O maior site de Android em Português

Recurso Motion Sense do Pixel 4 revelado em vídeo

Brandon Lee da This is Tech Today  mostra um pouco mais sobre o Motion Sense.

Brandon Lee da This is Tech Today  mostra um pouco mais sobre o Motion Sense.

Em julho, o Google anunciou que o Pixel 4 virá com um recurso chamado Motion Sense, que é baseado em Soli. Agora, um vídeo partilhado por M. Brandon Lee da This is Tech Today  mostra um pouco mais sobre o Motion Sense.

Como é evidente pelo nome, o Motion Sense permitirá que se execute acções diferentes, como mudar de música, silenciar chamadas e alarmes. Há também um recurso chamado "Reach to check phone" que ativa o ecrã quando o utilizador passa a mão sobre o ecrã para mostrar notificações, hora e outras informações.

Podem ver o vídeo abaixo a partir do minuto 13:01 para saber mais sobre o Motion Sense, ou ver desde o início para ver algumas fotos do Pixel 4 conseguidas por Lee através da sua fonte.

 

O próximo Google Pixel 4 e Pixel 4 XL tem sido muito falado nos últimos tempos, devido à possibilidade de vir com ecrã de 90 Hz. Agora isto parece ter sido confirmado por umas linhas no código fonte do Android 10.

A malta do XDA vasculhou o código fonte da versão mais recente do Android, que o Google tornou público há dias, e encontrou vários factos intrigantes relacionados à taxa de actualização do ecrã. Um deles descreve a detecção de fps baseada em conteúdo, enquanto outro descreve a implementação de uma sobreposição que será exibida quando o dispositivo estiver a ser executado em 60Hz vs 90Hz.

O comentário deixado numa linha que já foi removida (mas ainda pode ser visualizada através do histórico) deixa as coisas bastante claras.

Tela do Google Pixel 4 90Hz confirmada através do código-fonte do Android 10

Aqui está o que é. O código em questão adiciona um sinalizador de habilitar / desabilitar para alternar para o modo 90Hz, e deve ser usado apenas temporariamente até que a solução final seja implementada (o que aconteceu pouco tempo depois). Mas o principal argumento é o seguinte: "O interruptor nas configurações deve estar disponível apenas para dispositivos P19". P para Pixel, 19 para o ano ...

Com um pouco mais de pesquisa, ficou claro que o Google pretende expor a sobreposição da taxa de actualização como uma opção de programador. A sobreposição será mostrada sob o relógio na barra de status, como um rectângulo vermelho para 60Hz e verde para 90Hz. Isto será útil se quisermos verificar se uma aplicação está a ser executada em 90Hz ou não. Por fim, o Google também deseja detectar quando um vídeo está a ser reproduzido, para que o Pixel 4 possa ajustar automaticamente a taxa de actualização.

Tela do Google Pixel 4 90Hz confirmada através do código-fonte do Android 10

Espera-se que o Pixel 4 chegue com um painel 1080p + OLED de 5,7 polegadas, e o Pixel 4 XL deverá ter um ecrã 1440p + de 6,3 polegadas. O modelo mais pequeno deverá ter uma bateria de 2.800 mAh, com a versão XL a ter uma bateria maior de 3.700 mAh. Ambos devem ter o chipset Snapdragon 855 e 6 GB de RAM e, é claro, a correr o Android 10 desde o primeiro dia.

Também vamos ter câmaras traseiras duplas pela primeira vez na linha Pixel, com o sensor secundário a ser uma telefoto de 16 MP. Na frente, o painel superior será grande para abrigar hardware semelhante ao Face ID e um radar Soli para movimentos e gestos aéreos.

 

O Pixel 4 deverá ser oficializado a 15 de outubro. Daqui a mais de um mês, mas provavelmente haverá mais informações a respeito deste novo Pixel à medida que a data se for aproximando.

 

Fonte

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais