O HMS da Huawei superará os Google Mobile Services?

A fonte original não mencionou se Zhao Ming se referia a ter o maior número de utilizadores, ou o maior número de aplicações e serviços ou ainda ao maior número de programadores. Assim à primeira vista que venha o diabo e escolha, são três objectivos muito ambiciosos, disso não há dúvidas.

De acordo com o site Huawei Central, o presidente da Honor, Zhao Ming, disse em entrevista que a Huawei e a Honor estão a trabalhar afincadamente para tornar os serviços móveis da HMS o novo número um de ecosistemas móveis.

A fonte original não mencionou se Zhao Ming se referia a ter o maior número de utilizadores, ou o maior número de aplicações e serviços ou ainda ao maior número de programadores. Assim à primeira vista que venha o diabo e escolha, são três objectivos muito ambiciosos, disso não há dúvidas.

A Huawei tem naturalmente uma filosofia vencedora e querem ser os primeiros em tudo, e os Huawei Mobile Services foram  obviamente ciriados para chega a número um na lista de ecossistemas de serviços móveis.

No discurso do Ano Novo de 2020, o CEO da Huawei Consumer BG, Yu Chengdong, também enfatizou que, em 2020, a Huawei dará como concluído o ecossistema HMS e formará um novo sistema de "Chipsets próprios + sistema operativo Hongmeng".

Os executivos da Huawei na Europa disseram ainda numa entrevista que, mesmo que os EUA levantem as restrições, a Huawei não utilizarão os serviços do Google GMS exclusivamente no futuro.

Relacionado:  Honor confirma lançamento de produtos Smart Life, para o próximo dia 26 de setembro

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!