Android Geek
O maior site de Android em Português

Porque o Google baniu todas as aplicações de benchmark AnTuTu da Play Store?

A aplicação foi instalada milhões de vezes na Play Store, onde estavam disponíveis as três categorias diferentes de aplicações de BenchMark do AnTuTu. De momento as três aplicações não estão disponíveis na Play Store.

O AnTuTu cresceu e era até agora uma das aplicações de benchmarking mais populares para dispositivos Android, onde se incluem telefones e tablets. A aplicação foi instalada milhões de vezes na Play Store, onde estavam disponíveis as três categorias diferentes de aplicações de BenchMark do AnTuTu. De momento as três aplicações não estão disponíveis na Play Store. O Google removeu as três aplicações numa operação que visa banir a infame Cheetah Mobile.

logotipo antutu

As três aplicações AnTuTu que foram afetadas pela decisão incluem Antutu 3DBench, Antutu Benchmarke Antutu Benchmark. Não temos a certeza de quando as aplicações foram removidas, mas foi entre o final de fevereiro e o início de março, pois a aplicação do AnTuTu estava disponível a 22 de fevereiro. Uma pesquisa da palavra-chave Antutu na Play Store agora mostra outras referências a aplicações no resultado da pesquisa.

Como dito anteriormente, o AnTuTu parece ter sido afetado pela restrição do Google sobre todas as aplicações Cheetah Mobile. A AnTuTu parece pertencer à Cheetah Mobile, portanto, leva com o martelo do Google.

Google VS Cheetah Mobile: O que se passou?

Uma das aplicações mais populares da Cheetah Mobile é a aplicação Clean Master para Android. Mas, apesar da sua popularidade, soubemos em 2014 que os anúncios que surgem no Clean Master manipulam os utilizadores do Android com táticas enganosas que obrigam a navegar em sites dentro da estrutura de publicidade da aplicação. Em abril de 2014, Ferenc László Nagy, da Sophos Labs, identificou alguns anúncios pop-up que vinham do Clean Master, avisando que o dispositivo havia sido infectado por um vírus.

Em julho de 2014, a Cheetah Mobile incentivou os utilizadores a desinstalar o Google Chrome e substituí-lo pelo próprio navegador da Cheetah Mobile durante o processo de limpeza e otimização do Clean Master. Essa prática permitiu à Cheetah Mobile ganhar uma posição injusta no mercado e levou a uma repressão do Google.

Em dezembro de 2018, a Cheetah Mobile foi envolvida num esquema maciço de fraude de cliques, levando o Google a remover duas das suas aplicações da Play Store. Em fevereiro de 2020, o Google baniu quase 600 aplicações na Play Store, onde se incluem todas as aplicações da Cheetah Mobile "por violar a nossa política de anúncios e a política intersticial não permitida. A Cheetah Mobile negou as acusações.

AnTuTu já respondeu ao Google

O AnTuTu emitiu uma declaração respondendo à proibição e, a fim de disponibilizar uma alternativa para o Download das aplicações , substituiu alguns dos links de download da Play Store por links para o seu site com links directos para os APK.

Numa declaração DE resposta a uma investigação do Android Police, o CEO da AnTuTu, Zhao Chen, declarou;

"Em 7 de março, recebemos um e-mail de notificação do Google informando que o AnTuTu era uma das contas de editor relacionadas com a Cheetah Mobile, todas as aplicações do AnTuTu foram removidoa da Play Store. Mas, de facto, achamos que há algum mal-entendido sobre isso. Antutu NÃO está relacionado com a Cheetah Mobile !!

O AnTuTu foi fundado em 2011, antes do Cheetah Mobile, e é um dos primeiros programadores do Google Play. A Cheetah Mobile investiu em nós por volta de 2014 e tornou-se um dos nossos acionistas desde então. No entanto, mantemos uma conta considerável de acções e operações independentes da empresa, bem como a nossa própria conta independente do Google Play. A Cheetah Mobile nunca tocou na nossa conta do Google Play e o AnTuTu NÃO fez nenhuma promoção do software do Cheetah Mobile.

Acreditamos que o motivo do erro do Google é que compramos e usamos os serviços legais da Cheetah Mobile, portanto, o link da nossa política de privacidade usou o endereço cmcm.com. É nisso que estamos a trabalhar, onde se incluem a mudança de fornecedor legal.

Em relação a Fu Sheng ser o presidente / gestor da Beijing AnTuTu Technology Co., Ltd., isso deve-se aos requisitos dos investidores. De facto, muitas empresas chinesas têm esses requisitos ao investir. Quando as acções atingem um certo valor, os investidores exigem alterações nos documentos de registo do governo. A empresa é realmente operada pela Beijing AnTuTu Technology Co., Ltd. Henan Branch. (https://www.tianyancha.com/company/3222572910) e Fu Sheng na verdade não participa da operação ou da gestão do AnTuTu. De qualquer forma, já informámos o investidor Cheetah Mobile pedindo que resolvam esses problemas causados ​​por eles.

Esperamos que o Google possa examinar cuidadosamente a conta do AnTuTu e resolver esse mal-entendido o mais rápido possível. ”

(através da)

 

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais