Android Geek
O maior site de Android em Português

CEO do Google, Sundar Pichai, pede desculpa por querer contornar regras da UE

  Para quem não sabe, uma nova fuga de informação recente de documentos internos revelou que o Google estava a planear acções que iriam contra as regras estritas da UE sobre empresas de internet e até mesmo a fazer lobby contra o comissário da UE. De acordo com o site Gadgets360 , o executivo sénior do Google e Breton interagiram numa videoconferência no início deste mês, que foi a terceira conferência em 2020.

Sundar Pichai, CEO da Alfabet (Empresa-mãe do Google) apresentou um pedido de desculpas ao Responsável da indústria da Europa, Thierry Breton, depois de terem sido conhecidos documentos sobre táticas para contornar as regras da UE. 

Para quem não sabe, uma nova fuga de informação recente de documentos internos revelou que o Google estava a planear acções que iriam contra as regras estritas da UE sobre empresas de internet e até mesmo a fazer lobby contra o comissário da UE. De acordo com o site Gadgets360 , o executivo sénior do Google e Breton interagiram numa videoconferência no início deste mês, que foi a terceira conferência em 2020.

Google

Nesta chamada, ambos os lados discutiram um documento interno do Google, que definia uma estratégia de 60 dias contra a União Europeia, que está a aplicar regras mais rígidas. O gigante das pesquisas planejava envolver aliados com base nos EUA para reagir contra Brenton.

Brenton apresentou o documento durante a conferência para mostrar a Pichai.

Brenton declarou numa entrevista que “não fiquei surpreso. Eu não sou ingénuo. Achei que era um pouco antiquado… ”, em entrevista à Anglo-American Press Association. Ele ainda acrescentou que “Em qualquer caso, sim, eu tive uma discussão com Sundar ... Eu disse o que tinha a dizer ... ele pediu desculpas. (Eu disse) se precisarem me dizer algo, a minha porta estará sempre aberta. ”

Relacionado:  Oppo revela algoritmo de Posicionamento Cinético em Tempo Real, para uma localização precisa em smartphones

Aparentemente, Pichai pediu desculpas e também acrescentou que não tinha conhecimento prévio do documento.

Google

Brenton acredita que “A Internet não pode permanecer um 'Oeste Selvagem': precisamos de regras claras e transparentes, um ambiente previsível e direitos e obrigações equilibrados.” Em outras palavras, os dois tiveram uma conversa aberta sobre o assunto, com Pichai a assegurar que abordaria Brenton diretamente sobre qualquer política que mencionasse o Google. De salientar que, Brenton deve anunciar um novo projeto de regras conhecido como Digital Services Act e Digital Markets Act, com a Comissária Europeia da Concorrência, Margrethe Vestager, em 2 de dezembro de 2020.

SEJA SEMPRE O PRIMEIRO A SABER - SIGA-NOS!

 

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!