Android Geek
O maior site de Android em Português

Microsoft confirma que as atualizações do Specter vão tornar os PCs antigos mais lentos

A Microsoft começou a disponibilizar os patches que corrigem as vulnerabilidades do Specter e Meltdown, duas falhas de segurança ao nível de processador, recentemente reveladas que afetam quase todos os computadores e dispositivos móveis. Como as vulnerabilidades de segurança aproveitam o código a nível do processador, corrigir as falhas necessariamente significa desacelerar os processadores.

Para computadores modernos, com Windows 10, as diferenças não serão significativas. Mas segundo a Microsoft, os utilizadores de computadores com Windows 7 ou Windows 8, mais antigos, vão notar uma significativa perda de desempenho.

Num post no blog, o vice-presidente executivo da Microsoft, Terry Myerson, enfatizou que o impacto total sobre o desempenho ainda não é conhecido, e que quaisquer benchmarks que possa ter visto até agora a mostrar uma desaceleração não levarão em consideração todas as novas atualizações. A Microsoft está a “executar os nossos próprios conjuntos de benchmarks e os publicará quando completos”, mas, por enquanto, aqui está o que a empresa acha que o efeito dos patches será em diferentes máquinas:

  • With Windows 10 on newer silicon (2016-era PCs with Skylake, Kabylake or newer CPU), benchmarks show single-digit slowdowns, but we don’t expect most users to notice a change because these percentages are reflected in milliseconds.

  • With Windows 10 on older silicon (2015-era PCs with Haswell or older CPU), some benchmarks show more significant slowdowns, and we expect that some users will notice a decrease in system performance.

  • With Windows 8 and Windows 7 on older silicon (2015-era PCs with Haswell or older CPU), we expect most users to notice a decrease in system performance.

“As versões mais antigas do Windows têm um impacto de desempenho maior porque o Windows 7 e o Windows 8 têm mais transições de kernel do utilizador por causa de decisões legais de design, como todas as renderizações de fontes que ocorrem no kernel”, diz Myerson para explicar a discrepância entre diferentes sistemas.

Microsoft

A transparência da Microsoft neste caso é fora do comum. Não acho que seja coincidência que a Microsoft se vá esforçando para explicar como e porque esta atualização irá retardar alguns sistemas, tendo em vista os recentes problemas de desaceleração do iPhone da Apple.

Os dois casos são diferentes – a Apple desacelerou os dispositivos antigos para evitar encerramentos inesperados, e não para proteger a segurança, mas a maior parte da reação contra a Apple foi devido à forma secreta de atualizações e desaceleração do desempenho.

Ao colocar tudo cá para fora, a Microsoft está presumivelmente à espera de evitar qualquer acusação de obsolescência planeada.

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
Através de bgr

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link