MediaTek bate a Qualcomm com a ajuda da Huawei e torna-se o maior fornecedor mundial de chipsets para smartphones

De acordo com os dados mais recentes da Omdia, a MediaTek vendeu 351,8 milhões de unidades de Chipsets em 2020, comparativamente ás 238 milhões de unidades em 2019.

MediaTek, uma das maiores fabricantes de Chipsets para smartphones do mundo chegou ao primeiro lugar na indústria ao conquistar o primeiro lugar ao derrotar a Qualcomm pela primeira vez. De acordo com os dados mais recentes da Omdia, a MediaTek vendeu 351,8 milhões de unidades de Chipsets em 2020, comparativamente ás 238 milhões de unidades em 2019. A remessa da MediaTek aumentou 113,8 milhões de unidades ou 47,8% no ano em 2020, com uma participação de mercado de 27,2% em comparação a 17,2% em 2019.

Esta é a primeira vez que a MediaTek chega ao topo da lista de fornecedores de chipsets para smartphones ao destronar a Qualcomm no primeiro lugar. Em termos de clientes, a chinesa Xiaomi tornou-se a maior utilizadora dos chipsets MediaTek com a compra de 63,7 milhões de unidades de smartphones com Chipsets MediaTek, ante 19,7 milhões um ano antes e um aumento direto de 223,3% no ano de 2020. Na lista , a empresa sul-coreana Samsung também aumentou a sua compra de chipsets MediaTek, com 43.3 milhões de telefones Samsung com motor Mediatek vendidos em 2020.

MediaTek bate a Qualcomm com a ajuda da Huawei e torna-se o maior fornecedor mundial de chipsets para smartphones 1

No entanto, há uma empresa que desempenhou um papel importante na perca de quota da Qualcomm, que é a Gigante da tecnologia chinesa Huawei. Após a proibição dos EUA, a Huawei começou a usar Chipsets MediaTek, o que levou outros fabricantes de smartphones a diversificar a sua cadeia de fornecedores e minimiza a dependência de um único fornecedor.

“O mais importante para o crescimento da MediaTek em 2020 foram os principais segmentos de preços da MediaTek, já que o mundo foi afetado pela pandemia no primeiro semestre de 2020 e o mercado de smartphones recuperou no segundo semestre do ano”, disse Zaker Li, analista sénior da componentes de dispositivos sem fio e dispositivos Omdia. “Dispositivos de gama baixa e média / baixa são muito populares entre os compradores. A capacidade da MediaTek de competir apresenta uma alternativa aos Chipsets da Qualcomm neste segmento de preço e ajudou a empresa a crescer ”. “Em 2021, a MediaTek deve estender a tendência de liderança do ano passado no envio de chipsets para smartphones,” Li continuou. “Por um lado haverá mais procura da nova Honor e da Huawei, porque os chipsets Kirin vão deixar de ser vistos no mercado”.

(Fonte - Digitimes)

Relacionado:  Exynos 2200 com tecnologia AMD chega em julho, Exynos 1200 a caminho

 

 

Leiam as últimas notícias do mundo da tecnologia no Google News , Facebook  e Twitter e também no nosso Grupo de Telegram
Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!