Importações de chips da China chegam a números astronómicos em 2020

Um relatório recente da Bloomberg mostra-nos que as importações de chips da China em 2020 subiram para quase 380 mil milhões de dólares, representando cerca de 18% do total das importações internas.‎

‎A recente proibição dos EUA trabalharem com algumas empresas chinesas, como a ‎‎Huawei,‎‎ levou a empresa chineaa a fazer stock de chips em 2020. Um relatório recente da Bloomberg mostra-nos que as importações de chips da China em 2020 subiram para quase 380 mil milhões de dólares, representando cerca de 18% do total das importações internas.‎

‎De acordo com a análise da Bloomberg aos dados oficiais do comércio, a China comprou quase 32 mil milhões de dólares em equipamentos do Japão, Coreia do Sul, Taiwan e outros locais para a produção de chips em 2020, um aumento de 20% em relação a 2019.‎

Importações de chips da China chegam a números astronómicos em 2020 1

‎"A curto prazo, a China vai contar com importações para melhorar o nível de fabrico de chips", disse Wang Dan, analista técnico da Gavekal Dragonomics. "A China ainda não tem a capacidade de produzir os equipamentos de fabrico de chips necessários para processos avançados. Mas a China está a investir fortemente, e o sucesso requer dez anos de trabalho árduo."‎

‎Empresas chinesas de fabrico de chips, como a SMIC, compraram mais equipamentos necessários para fabricar wafers de silício e chips. De acordo com um relatório da International Semiconductor Industry Association (SEMI) em dezembro do ano passado, a China tornou-se o maior mercado de equipamentos de semicondutores em 2020.‎

Relacionado:  A última atualização do Huawei FreeBuds 4i otimiza a visualização do nível da bateria

Importações de chips da China chegam a números astronómicos em 2020 2

‎Devido às restrições impostas pelos Estados Unidos, as empresas chinesas reservaram chips antecipadamente e as importações de chips da China aumentaram cerca de 14% em 2020. Além disso, devido à nova pandemia do Covid-19, muitas pessoas foram forçadas a trabalhar e estudar em casa, e isto resultou numa forte procura por Computadores e também estimulou a importação de chips chineses e a exportação de smartphones e computadores.‎

‎De acordo com as estatísticas, as 7 principais fontes de importação de chips da China superiores a 300 mil milhões de dólares incluem Taiwan, Coreia do Sul, Japão, Estados Unidos, Malásia, Filipinas e Vietname. Entre elas, as empresas de Taiwan, incluindo a TSMC, foram as que mais beneficiaram.‎

Importações de chips da China chegam a números astronómicos em 2020 3

‎Em 2021, a procura de chips continuará a crescer. A Associação Internacional da Indústria de Semicondutores lançou uma previsão em dezembro, em que as vendas globais de chips aumentarão 8,4% este ano. Empresas como a Intel, TSMC e Samsung Electronics continuarão a ser beneficiadas.‎

‎As empresas chinesas de fabrico de chips também vão continuar a comprar equipamentos de semicondutores para produzirem mais chips, o que ajudará ao crescimento das vendas de empresas como a Tokyo Electronics e a ASML.‎

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!