Android Geek
O maior site de Android em Português

Huawei prepara-se para atacar o mercado com o seu próprio assistente de voz

Quando falamos de assistentes de voz virtuais, os dois nomes que vêm imediatamente à cabeça são a Alexa da Amazon e o Assistente Google. Enquanto o Google domina o segmento de smartphones Android com seu assistente de dados, a Alexa criou um nicho próprio no novo segmento de colunas inteligentes.

Quando falamos de assistentes de voz virtuais, os dois nomes que vêm imediatamente à cabeça são a Alexa da Amazon e o Assistente Google. Enquanto o Google domina o segmento de smartphones Android com seu assistente de dados, a Alexa criou um nicho próprio no novo segmento de colunas inteligentes. No entanto, se novas notícias forem verdadeiras, a Huawei poderá em breve juntar-se à corrida da Samsung e vários outros OEMs de smartphones.

hauwei

Richard Yu, CEO da Consumer Electronics da Huawei, foi citado pela CNBC numa entrevista exclusiva dizendo: “No começo, estamos a usar principalmente o Assistente Google e a Alexa da Amazon” para seu AI Cube e smartphones, disse ele. “Precisamos de mais tempo para construir os nossos serviços de Inteligência Artificial (inteligência artificial) … Mais tarde expandiremos isso para fora da China”.

A Huawei já tem um assistente de voz centrado na China chamado XiaoYi, que não deve ser confundido com o mesmo nome. Xiao AI de Xiaomi. A segunda maior marca do mundo também recentemente havia revelado o Huawei AI Cube, que é o primeira coluna inteligente com IA da empresa. Yu afirmou que, até que o seu próprio assistente de voz esteja pronto para os seus equipamentos, ele continuará a usar as ofertas do Google e da Amazon nos seus produtos globais.

Apesar da declaração do executivo, muito sobre o assistente de voz permanece desconhecido. Não há detalhes sobre quais os idiomas que serão suportados na sua estreia, nem o momento em que serão revelados ou mesmo como serão chamados fora da China. No entanto, parece que a crescente popularidade dos assistentes de voz atraiu a atenção da gigante chinesa, e agora também quer uma fatia do mercado.

 

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
Fonte Cnbc

Este Website usa cookies para providenciar uma melhor experiência. Pode recusar se desejar. Aceitar Saber Mais

Ajuda-nos a chegar mais longe, partilha com os teus amigos

Obrigado pela visita!
close-link