Huawei vai construir uma fábrica chipsets no Reino Unido

Esta fábrica pode acomodar 400 funcionários e fica a 15 minutos da sede da ARM Holdings. Espera-se que o movimento crie um forte ambiente competitivo para os talentos de semicondutores na região.

 

A Huawei é uma das empresas com mais restrições do mundo actualmente, mas isso não impediu que a empresa se expandisse. Hoje, houve relatos de que a Huawei planeia construir uma fábrica de Pesquisa e Desenvolvimento (P & D) de Chipsets Para além de Cambridge. A Huawei planeia localizar a fábrica em Sawston Village, a cerca de 11kms de Cambridge, com foco no desenvolvimento de Chipsets para redes de banda larga. Esta fábrica pode acomodar 400 funcionários e fica a 15 minutos da sede da ARM Holdings. Espera-se que o movimento crie um forte ambiente competitivo para os talentos de semicondutores na região.

Campus da fábrica da Huawei em Dongguan

Actualmente, a Huawei está no centro de uma tempestade global em relação aos dispositivos 5G da próxima geração. A empresa está se a esforçar para receber pedidos de vários países, apesar da resistência externa. Mais recentemente, recebeu pedidos das Filipinas e do Cambodja. Na semana passada, os executivos da empresa anunciaram aos presentes em um auditório do ensino médio que estavam preparar-se para reformar uma fábrica abandonada.

Henk Koopmans, executivo da empresa de pesquisa e desenvolvimento de tecnologia da Huawei no Reino Unido, disse no ano passado que havia negociado uma aquisição de 57,5 ​​milhões de libras dos 550 hectares da Spicers, uma empresa de papelaria construída em 1796. Executivos da Huawei disseram aos moradores que a fábrica estará operacional em 2021, e que iria criar até 400 empregos.

A empresa planeia usar a fundação das antigas instalações de armazenamento de beterrabas e armazéns para construir uma variedade de instalações de construção, algumas das quais com até 25 metros de altura. Foram informados os moradores presentes na reunião para enviarem as suas cotações. A Huawei diz que pode facilmente fornecer financiamento para construir novos centros médicos, paragens de autocarro  ou outras quaisquer instalações que os moradores desejem ter em áreas não utilizadas.

Relacionado:  OnePlus 9 e 9 Pro recebem a quarta atualização de sistema, OxygenOS 11.2.4.4

Um executivo da Huawei sugeriu que o desenvolvimento da fábrica de Chipsets será mais suave do que a antiga fábrica de papel. "Eu posso colocar um milhão destes chips no porta bagagens do carro, enquanto que o papel era muito maior", disse ele. Poucos dias antes de a notícia ser divulgada, houve relatos de que a primeira-ministra britânica, Theresa May, permitiria que o equipamento da Huawei fosse usado na nova rede 5G. A maioria dos moradores está optimista em relação à fábrica. “Temos que trabalhar com a China mais cedo ou mais tarde. Nós não podemos parar o tempo todo, caso contrário, vão para outro lugar ”, disse um consultor de marketing local.

A Huawei emprega milhares de pessoas no Reino Unido e cerca de 120 delas trabalham em Cambridge. Em fevereiro do ano passado, a empresa anunciou que investiria £ 3 mil milhões no Reino Unido nos próximos cinco anos. A expansão da Huawei para a cidade universitária faz parte do plano. A empresa recrutará directamente os melhores universitários do mundo. "Temos trabalhado com a Universidade de Cambridge já há muito tempo", disse um porta-voz da empresa, que também apontou que a empresa está a trabalhar com a British Telecom (BT) num investimento de cinco anos, de £ 25 milhões.

 

Fonte

Todos os dias vos trazemos dezenas de notícias sobre o mundo Android em Português. Sigam-nos no Google Notícias. Cliquem aqui e depois em Seguir. Obrigado!